27/8/19 9:41
Atualizado em 27/8/19 às 9:48

Conselho Distrital da Mulher discute o novo regimento interno

Será a primeira vez que haverá eleições diretas para representantes da sociedade civil

Durante seis meses, integrantes da Secretaria da Mulher do Distrito Federal tiveram diversos encontros com as conselheiras do Conselho Distrital da Mulher (CDM) para discutir a necessidade de aprovação de um novo regimento interno.

A ideia é que o documento dialogue com as pautas atuais das mulheres e se atualize aos moldes das necessidades específicas de cada coletivo representado neste órgão de fiscalização. 

O CDM, formado por membros da sociedade civil e do GDF, terá como diretriz fiscalizar e acompanhar as políticas públicas para as mulheres que moram na capital brasileira. E ainda deve auxiliar na formulação de novas propostas, visando o combate e a eliminação das discriminações que atingem as mulheres.

Será a primeira vez que haverá eleições diretas para membros da sociedade civil. Por esse motivo, também foi criada uma comissão eleitoral que avaliará os critérios de participação eleitoral e os processos a serem estabelecidos até o dia da votação. 

“Queremos ver esse conselho funcionando a pleno vapor e fico muito realizada ao ver a sociedade civil e o governo trabalhando unidos pela melhoria da vida das mulheres da nossa cidade”, declarou a secretária da Mulher, Ericka Filippelli. 

Para setembro, estão marcadas duas reuniões para finalização do documento. As eleições para a nova gestão do conselho deverá acontecer em outubro.

* Com informações da Secretaria da Mulher/DF