27/8/19 8:58
Atualizado em 27/8/19 às 8:59

Iges-DF aplica provas exclusivas para pessoas com deficiência

Processo tem organização diferenciada para atender candidatos com equidade

O Instituto de Saúde do Distrito Federal (Iges-DF) aplicou 454 provas de conhecimentos para candidatos do processo seletivo exclusivo para pessoas com deficiência (PCD). Eles inscreveram-se em julho e disputam 102 vagas para o cargo de assistente administrativo. As provas foram aplicadas nesta segunda-feira (26).

“É nosso dever abrir processos seletivos para inclusão de pessoas com deficiência no Iges-DF. A iniciativa é importante e integra parte de um programa de diversidade para a inclusão de todos os públicos que está sendo elaborado pela nossa gerência de Desenvolvimento Humano”, ressaltou o diretor-presidente do Iges-DF, Francisco Araújo.

“E ainda cumprimos a Lei nº 8219, de julho de 1991, que prevê que as empresas contratem pessoas com deficiência”, frisa ele.

Os testes foram aplicados na Escola de Aperfeiçoamento dos Profissionais de Educação (EAPE), que conta com acessibilidade como rampas largas e salas que comportam pessoas com mobilidade reduzida.

O público participante incluiu pessoas com baixa visão, deficientes auditivos oralizados, pessoas com mobilidade reduzida de membros inferiores, pessoas com deficiência física nos membros superiores e pessoas com deficiência intelectual.

Por isso, os testes foram adaptados às necessidades dos candidatos. Houve provas com intérprete de Libras (Língua Brasileira de Sinais) e com letras aumentadas. Os candidatos foram separados em salas por tipo de necessidades para que recebessem o apoio de profissionais especializados.

Capacitação

Para receber as pessoas com deficiência, o Iges-DF, por intermédio da gerência de Desenvolvimento Humano, realiza capacitações constantemente (última foi em 21 de agosto). 

O objetivo é sensibilizar as equipes para o acolher e apoiar as rotinas de trabalho e limitações dos colaboradores com deficiência.

Participaram do treinamento equipes das áreas de oncologia, nefrologia, radioterapia, gerência de emergência e enfermagem, entre outras áreas.

* Com informações do Iges-DF