28/8/19 14:39
Atualizado em 2/9/19 às 17:35

CLDF aprova criação da Região Administrativa de Arniqueira

A legalização da cidade é reivindicação antiga dos moradores e tem o objetivo de melhorar a qualidade de vida da população local

O projeto de lei do Governo do Distrito Federal que cria a Região Administrativa de Arniqueira foi aprovado em primeiro e segundo turnos pela Câmara Legislativa do DF (CLDF) nessa terça-feira (27/8). Com a legalização da 33ª cidade da capital federal, o governo local estará ainda mais presente para atender as demandas de cerca de 45 mil moradores em relação à infraestrutura básica, segurança, saúde e educação. 

A nova região administrativa vai abranger uma área de 1,3 mil hectares, que envolvem os bairros Areal, Área de Desenvolvimento Econômico (ADE) e as QSs 6,7,8,9, e 10. Ainda de acordo com a proposta, a cidade vizinha, Águas Claras, prestará todo o apoio necessário, além do remanejamento de servidores para trabalharem na recém-criada sede administrativa.  

45 mil Pessoas moram em Arniqueira

O secretário Executivo das Cidades, Gustavo Aires, explica na exposição de motivos do projeto de lei 594/2019, que a criação da região tem o objetivo de “atender os propósitos de descentralização administrativa, a utilização racional de recursos para o desenvolvimento socioeconômico e a melhoria de vida, previstos na Lei Orgânica do DF”.

Durante a sessão, o líder do governo na CLDF, deputado Cláudio Abrantes, parabenizou a população pela conquista. “A nova cidade vai aproximar o morador da região ao poder público. E este, por sua vez, terá melhores condições de acompanhar as necessidades do local com o olhar de quem está sempre presente”, disse.