5/9/19 15:46
Atualizado em 5/9/19 às 15:46

Defesa Civil declara estado de emergência por baixa umidade no DF

Com índice abaixo dos 12% por dois dias consecutivos, recomendação é intensificar os cuidados para manter a hidratação e enfrentar a seca sem maiores danos

Foto: Renato Araújo / Agência Brasília

Após dois dias consecutivos com registro de umidade relativa do ar abaixo de 12%, a Subsecretaria do Sistema de Defesa Civil declarou estado de emergência no Distrito Federal nesta quinta-feira (5). A Organização Mundial da Saúde (OMS) afirma que o ideal é que a umidade fique em torno de 60%. Com índice tão baixo, a recomendação é intensificar os cuidados para manter a hidratação e enfrentar a seca sem maiores danos.

As principais indicações do órgão são evitar a prática de atividades ao ar livre no período das 10h às 17h, aumentar a ingestão de líquidos, evitar banhos prolongados com água quente e muito sabonete, evitar o uso excessivo de ar-condicionado e usar protetor solar. Além disso, também é importante o uso de hidratante e de umidificadores de ambientes.

Defesa Civil enviou alerta aos celulares cadastrados do Distrito Federal na tarde desta quinta-feira (5). Foto: Reprodução

O subsecretário do Sistema de Defesa Civil, coronel Sérgio Bezerra, alerta para o cuidado especial com crianças e idosos. “É necessário ter atenção especial com estes públicos, pois são os mais afetados neste período”.

Moradores do DF cadastrados no sistema de alerta do órgão foram informados por SMS da decisão do órgão. Para solicitar o recebimento de alertas, o interessado deve enviar o CEP para o número 40199.

Níveis de medição: 

Entre 21% e 30% por cinco dias consecutivos: estado de atenção

  • Evitar exercícios físicos ao ar livre entre 11h e 15h;
  • Umidificar o ambiente por meio de vaporizadores, toalhas molhadas e recipientes com água;
  • Consumir água à vontade.

Entre 12% e 20% por dois dias seguidos: estado de alerta 

  • Observar as recomendações do estado de atenção;
  • Suprimir exercícios físicos e trabalhos ao ar livre entre 10h e 17h;
  • Evitar aglomerações em ambientes fechados;
  • Usar soro fisiológico nos olhos e nas narinas.

Abaixo de 12% por dois dias seguidos: estado de emergência  

  • Observar as recomendações para os estados de atenção e de alerta;
  • Interromper qualquer atividade ao ar livre entre 10h e 16h;
  • Manter os ambientes internos úmidos.

* Com informações da Secretaria de Segurança Pública