19/9/19 17:23
Atualizado em 19/9/19 às 17:23

GDF firma parceria com Israel

Durante reunião na embaixada israelense, secretários de Ciência e Tecnologia de todo o Brasil debaterem temas de interesse comum

Na manhã desta quarta-feira (18), o secretário de Ciência e Tecnologia do DF, Gilvam Máximo, participou, na Embaixada de Israel, de uma reunião com titulares da pasta de Ciência e Tecnologia de diversos estados brasileiros. Durante o evento, foi firmada uma parceria entre o GDF e Israel, país de comprovada experiência no assunto.

 “Israel é uma referência em tecnologia mundial na área de pesquisa e desenvolvimento cientifico”, resumiu o embaixador israelense. “Além disso, somos o primeiro país do mundo na criação de startups [empresas de base tecnológica recém-criadas, em fase de desenvolvimento].”

Também presente à reunião, o vice-presidente da Câmara dos Deputados, Marcos Pereira, ressaltou: “Estamos no parlamento lutando pelo pleno desenvolvimento dessa área para gerar emprego e fazer o nosso país despontar em cidades inteligentes”.

Desenvolvimento científico

“Queremos neste momento ouvir a todos, debater e sair do papel, porque temos tudo para ter um desenvolver cientifico no Brasil todo”, destacou o ministro Marcos Pontes.  A meta, lembrou Gilvam Máximo, é “fazer o Brasil avançar e ser uma referência em inteligência artificial”.

Entre os pontos debatidos durante a reunião, destacaram-se investimentos, capacidade institucional, participação ativa dos secretários, fundos para o Consecti e a elaboração de uma carta com as principais demandas para encaminhar ao Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (Mctic).

Além de Gilvam Máximo, que preside o Conselho Nacional de Secretários para Assuntos de Ciência Tecnologia e Inovação (Consecti); do embaixador de Israel, dos secretários e do deputado Marcos Pereira, participaram do evento o ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação, Marcos Pontes; o presidente da Frente Parlamentar em Defesa da Ciência, Tecnologia e Inovação, senador Izalci Lucas; os presidentes da Comissão de Desenvolvimento Econômico Sustentável, Ciência, Tecnologia, Meio Ambiente e Turismo, deputado Eduardo Pedrosa; da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), Marcelo Bortolini; da FAP, Alexandre dos Santos; da Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP), Nelson Simões, e da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), Ildeu de Castro; o encarregado de Negócios dos Estados Unidos, William Popp; e os embaixadores da Coreia do Sul, Chan-Woo Kin, e do Japão, Akira Yamada.

* Com informações da Secretaria de Ciência e Tecnologia (Secti)