27/9/19 16:26
Atualizado em 27/9/19 às 16:26

Normalizadas as inscrições para matrícula 2020

Últimos testes para garantir a segurança dos usuários foram feitos com sucesso. Link para quem vai se inscrever já está disponível na página da Secretaria de Educação

Desde as 14h desta sexta-feira (27), encontra-se normalizado o sistema de inscrições para novos estudantes que pretendem ingressar na rede pública de ensino em 2020. Foram concluídos, com sucesso, os testes das contramedidas implantadas para evitar ataques de hackers, como os que ocorreram no dia 19. Um dos sistemas atacados foi o i-Educar, por meio do qual é gerado o link das inscrições para as matrículas. Os testes da manhã desta sexta-feira foram feitos para garantir a segurança de todos que se inscreverem na rede pública de ensino. Se necessário, o atraso das inscrições, marcadas para começarem em 25/9, serão repostos. Todas as informações sobre a matrícula 2020 podem ser obtidas na página especial que a Secretaria da Educação (SEE) tornou disponível aos interessados. Veja, abaixo, os principais pontos sobre este assunto.

Período de inscrições – Quem conseguiu fazer sua inscrição quando o link foi para o ar, entre as 8h e as 9h desta sexta-feira (27), não precisa se preocupar, porque a inscrição está válida. Além do portal, as inscrições também poderão ser feitas pela Central 156, opção 2, a partir de 1º de outubro. O horário de atendimento é das 7h às 21h. O período de inscrição é apenas para novos estudantes e vai até 24 de outubro. Pelo site, as inscrições podem ser feitas em qualquer horário.

Onde se inscrever – Os únicos meios de fazer as inscrições são pelo site da SEE ou pela Central 156. A secretaria ressalta que os interessados não devem fazer filas em frente às escolas, pois isso não vai garantir vagas para os estudantes. Os resultados saem em dezembro, e o momento de ir à escola será divulgado somente na efetivação das matrículas, em janeiro de 2020. A secretaria divulgará amplamente essas datas.

Modalidades disponíveis – Os estudantes novos podem se inscrever a partir desta sexta-feira nas modalidades educação infantil, ensino fundamental e ensino médio. O interessado precisa possuir o número de CPF do estudante que será inscrito e o CEP da residência em que mora ou do local de trabalho dos pais ou responsáveis. Com essas informações, a Secretaria de Educação fará o cruzamento de dados e alocará os novos estudantes preferencialmente em unidades escolares na região do CEP informado.

Geoprocessamento – A secretaria informa que não haverá favorecimento por ordem da inscrição dos estudantes. Tudo é feito por meio do sistema de geoprocessamento, ou seja, pela localidade mais próxima do CEP informado.

Vagas remanescentes – Caso o interessado espere pelas vagas remanescentes, concorrerá a uma das vagas que sobrarem após a efetivação das matrículas disponibilizadas, portanto podendo estudar um pouco mais distante de casa. A secretaria recomenda obedecer aos prazos.

Para quem já é da rede – A renovação e o remanejamento dos estudantes que já são da rede pública começarão em outubro – a renovação será entre os dias 2 e 11; o remanejamento, entre 21 de outubro e 1º de novembro. A renovação deverá ser feita na secretaria escolar da própria escola em que o aluno já estuda, e o remanejamento, na da escola para onde ele deseja ir. Em 2018, em torno de 1,5 mil estudantes que já são da rede se inscreveram como alunos novos. Portanto, todos devem prestar atenção no calendário da matrícula, disponível na página feita pela Secretaria de Educação.

Estudantes com deficiência – O cadastramento e a triagem de novos estudantes com deficiência serão realizados de 1º a 24 de outubro, na coordenação regional de ensino mais próxima da casa ou do trabalho dos pais ou responsáveis.

Resultado e efetivação – O resultado das inscrições para novas matrículas será divulgado em dezembro, no site da Secretaria de Educação.  Em janeiro de 2020, as matrículas deverão ser efetivadas diretamente na escola em que o interessado foi contemplado. A data ainda será divulgada. As vagas remanescentes, aquelas que sobraram depois deste processo, devem ser abertas apenas após a efetivação das matrículas dos estudantes inscritos no período correto.

Inscrições para EJA –
Para maiores de 15 anos que não terminaram o ensino fundamental e maiores de 18 anos que deixaram de concluir o ensino médio e agora queiram finalizar os estudos em 2020, as inscrições para a Educação de Jovens e Adultos (EJA), tanto pela internet quanto pela Central 156, terão início em 25 de outubro e seguirão até o 1º de novembro. Todas as regionais de ensino ofertam primeiro, segundo e terceiro segmentos, para promover o acolhimento das pessoas que se afastaram da escola na idade regular.

Confira, na página da Secretaria da Educação, todas as informações a respeito do período de inscrições para a rede pública de ensino referentes a 2020.

* Com informações da SEE