10/10/19 18:00
Atualizado em 10/10/19 às 18:20

Ruas de Vicente Pires ganham iluminação em LED

Foram investidos R$ 331 mil para a troca de 397 luminárias

| Foto: F. Gualberto / Secretaria de Obras

Demanda antiga da população local, a nova iluminação das Ruas 5, 6 e 8 do Setor Habitacional Vicente Pires já é realidade. A execução do serviço foi autorizada pela Secretaria de Obras e, ato contínuo, as equipes da Companhia Energética de Brasília (CEB) realizaram instalação e substituição de 397 luminárias de LED. O investimento total foi de R$ 331.061,27.

Na Rua 5 foram instaladas 120 luminárias de LED de 160W. O investimento no local foi de R$ 100.069,20. Com investimento de R$ 62.543,25, a Rua 6 recebeu 75 novas luminárias de LED de 160W. Já na Rua 8 foram investidos R$ 168.449,82 para a instalação de 202 luminárias de LED de 160W.

A população local aprovou o resultado. “Quero agradecer ao GDF pela nova iluminação da Rua 5. A troca da luz amarela pelo LED foi sensacional”, comemora o comerciante Miter, proprietário da Miter Top Team Escola de Lutas.

Eficientização

Desde o primeiro dia de gestão, o GDF tem investido na melhoria da iluminação pública da cidade. O projeto de aumento na eficiência consiste na troca das atuais lâmpadas por luminárias de LED, mais eficazes e econômicas. Tudo isso só é possível graças à Contribuição de Iluminação Pública (CIP) paga todo mês pelos usuários na conta de luz.

| Foto: Secretaria de Obras / Divulgação

“Esse recurso oriundo da CIP é reinvestido na melhoria e manutenção da iluminação  pública e, também, no pagamento do consumo do parque de iluminação da cidade”, explica o chefe da Assessoria de Gestão de Iluminação Pública da Secretaria de Obras (Agip/SO), Carlos Eduardo Gomes.

“Além da modernização e manutenção, o intuito é aumentar a segurança para pedestres e a visibilidade dos motoristas”, destaca Izidio Santos Junior, secretário de Obras do Governo do Distrito Federal.

Ainda de acordo com Izidio, “com a troca de lâmpadas antigas por luminária de LED, o GDF otimiza o uso de recursos públicos, pois reduz os custos com a operação e a manutenção de luminárias, além de possibilitar uma economia com o consumo de energia”.

* Com informações da Secretaria de Obras e Infraestrutura