24/10/19 11:32
Atualizado em 24/10/19 às 13:28

Operação de reversão na DF-250 começa nesta segunda-feira (28)

Ação do DER-DF visa desafogar o trânsito de aproximadamente 3km da rodovia no horário de pico da manhã

Horário da nova medida será das 6h às 9h, até que se iniciem as obras de duplicação da pista. Foto: Arquivo/Agência Brasília

O Departamento de Estradas de Rodagem do Distrito Federal (DER/DF) dará início, a partir da próxima segunda-feira (28), à operação de reversão de faixa na rodovia DF-250. A ação será realizada apenas no período de pico da manhã, de 6h às 9h, por onde trafegam aproximadamente 22 mil veículos.

Após estudos de tráfego realizados pela Superintendência de Trânsito do DER/DF, que analisou os recorrentes engarrafamentos no período matutino, o órgão decidiu realizar a operação de reversão de faixa para dar fluidez ao trânsito na região. A ação será executada até que a obra de duplicação da DF-250 saia do papel. O projeto da obra já está pronto e, no momento, em fase de captação de recursos para a viabilização dos serviços.

Entenda a operação
A operação de reversão de faixa será realizada do Km 0 ao Km 3 da rodovia, com início a partir do condomínio Novo Horizonte e terminando no balão do Itapoã.

Durante o horário de reversão os usuários poderão trafegar por duas faixas de rolamento no sentido Balão do Itapoã: na faixa central e na faixa da direita. A faixa da esquerda permanecerá seguindo no fluxo sentido Planaltina. Na faixa reversa (do meio) os motoristas poderão trafegar sobre as áreas zebradas, que estão localizadas próximas aos três acessos à cidade do Itapoã. Durante a realização da reversão será proibida a conversão à esquerda nas faixas reversa e normal.

Durante a operação, os motoristas só poderão acessar a cidade do Itapoã a partir das extremidades da faixa reversa – no acesso pela DF-001 e no Condomínio Novo Horizonte. Por outro lado, os cidadãos dentro da cidade do Itapoã deverão utilizar as ruas internas para se deslocarem, uma vez que a conificação que será implantada durante a reversão impedirá o cruzamento da rodovia DF-250.

Fora do período de operação de reversão o trânsito volta à normalidade, operando como é atualmente: com uma faixa no sentido Balão do Itapoã e duas faixas no sentido Planaltina.

Sinalização reforçada
A sinalização horizontal (pintura) e vertical (placas) da via será alterada e reforçada em toda a extensão da DF-250, para informar os motoristas sobre a dinâmica do trânsito durante a operação, além de Painéis de Mensagens Variáveis (PMV’s) que serão instalados ao longo da rodovia. Os agentes de trânsito do DER/DF também darão apoio durante todo o período de reversão para orientação dos usuários.

O diretor-geral do DER/DF, Fauzi Nacfur Junior, acredita que a ação deverá resolver significativamente os engarrafamentos que vêm acontecendo no horário de pico da manhã na região. O engenheiro destaca ainda o exemplo de sucesso das operações semelhantes que já são feitas em vários pontos do DF.

“Todas as operações que nós realizamos desafogam de forma satisfatória o trânsito: na Estrutural, na EPTG, na subida e descida do Colorado, cada uma com uma característica diferente, mas igualmente satisfatórias. Aqui não será diferente”, disse Nacfur.

Período de adaptação
O DER/DF alerta aos motoristas que durante a operação não será permitido transpor o bloqueio dos cones sob pena de multa. O Centro de Controle Operacional (CCO) do DER/DF irá monitorar o trânsito na via durante todo o tempo para prever possíveis alterações na operação da faixa reversa e aplicar multa aos motoristas infratores.

Nos primeiros 30 dias de operação a ação será apenas educativa. Porém, após este período, o motorista que desrespeitar a lei de trânsito cometerá infração grave, com multa de R$ 195,23, e levará 5 pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH).