8/11/19 14:11
Atualizado em 8/11/19 às 16:02

Brasilenses no Campeonato Brasileiro de Halterofilismo

Paratletas viajam por meio do programa Compete Brasília, criado pela Secretaria de Esporte e Lazer

Os paratletas Ronaldo Carneiro (primeiro à esquerda) e Mateus Moreira, representantes do DF, viajam pelo programa Compete Brasília | Foto: SEL / Divulgação

Começa nesta sexta-feira (8), no Centro de Treinamento Paralímpico Brasileiro, em São Paulo, a última etapa do Campeonato Brasileiro Loterias Caixa de Halterofilismo. Entre os mais de 100 atletas de todo o país que participam, destacam-se, representando o DF, os paratletas Ronaldo Carneiro, de 31 anos, e Mateus Moreira, de 19, que viajam pelo programa Compete Brasília, da Secretaria de Esporte e Lazer (SEL).

Para chegar a esta fase da competição, os halterofilistas precisaram garantir vaga no Brasileiro participando de duas das três etapas nacionais do circuito realizadas durante o ano. À primeira, em João Pessoa (PB), eles não puderam comparecer.

“Viajamos pelo Compete Brasília nas etapas de Curitiba [PR] e São Paulo [SP], e essa ajuda foi fundamental para disputarmos as competições fora do DF”, contou Ronaldo Carneiro, que começou a praticar o esporte há um ano. “A minha expectativa para a última etapa é boa. A gente tem treinado muito para um bom resultado, e vou tentar dar o meu melhor.”

Treinamento

Ronaldo e Mateus treinam três vezes por semana na Associação de Centro de Treinamento de Educação Física Especial (Cetefe). Apesar de mais novo, Mateus pratica a modalidade há mais tempo que o colega. Aos 16 anos de idade, ele descobriu o halterofilismo. Atualmente, participa das competições nas categorias principal e júnior.

“No ano passado eu consegui o vice-campeonato brasileiro na categoria júnior e o terceiro lugar no sênior”, lembra. “Nas etapas anteriores eu também medalhei.  Estou muito confiante para esta, porque quero garantir mais um pódio e também conseguir o índice para pedir o Bolsa Atleta.”

O treinador da equipe, Rafael Lima, comemora o progresso dos atletas. “Em dezembro, vamos completar quatro anos de halterofilismo em Brasília”, pontua. “Nesse período, conseguimos colocar o Clube da Força de Brasília entre os cinco melhores do país. No ano passado, quatro atletas conseguiram classificação para o Brasileiro, e agora estamos com cinco atletas classificados”.

Compete Brasília

O programa Compete Brasília foi criado para incentivar a participação de atletas e paratletas de alto rendimento das mais diversas modalidades em campeonatos nacionais e internacionais, por meio da concessão de transporte aéreo (destinos nacionais e/ou internacionais) e/ou transporte terrestre (destinos nacionais).

* Com informações da SEL