20/11/19 17:16
Atualizado em 20/11/19 às 17:16

Obras de infraestrutura apresentam evolução significativa

Em quatro meses, mais da metade dos serviços de drenagem e pavimentação dos lotes 2 e 3 foram concluídos

As obras de infraestrutura nos lotes 2 e 3 do Setor Habitacional Bernardo Sayão, no Guará, estão com mais de 50% dos serviços de drenagem e pavimentação concluídos. Para os moradores da região, a notícia é motivo de confiança para continuidade dos trabalhos e um alento para enfrentar os períodos de seca e chuva. As obras foram retomadas em julho deste ano.

Até o momento, foram executados 52% dos 3,3km de drenagem e 52% dos 33km de pavimentação previstos para o Lote 2, o mais adiantado do Setor Habitacional. Já no Lote 3, o total de 83% dos 3,6km de drenagem e 26% dos 34,6 km de pavimentação foram concluídos.

Na avaliação da Secretaria de Obras, o avanço foi significativo, tendo em vista que, no mês de julho, o percentual de serviços não ultrapassava a cifra de 5%. “Com um cronograma de obras arrojado e ritmo intenso, o compromisso de entregar parte das obras concluídas antes das chuvas deste ano está cumprido. Agora, vamos para a próxima etapa, que se concentrará na drenagem até o fim das chuvas. E, logo depois, concluir a pavimentação. A expectativa é alta quanto à conclusão total dos serviços nos dois lotes”, avaliou Sérgio Lemos, subsecretário de Fiscalização e Acompanhamento de obras do GDF.

Moradores elogiam trabalho
Fabíola Maciel, moradora da região, comemora o avanço rápido das obras de infraestrutura na região. “Nós, moradores, estamos muito satisfeitos com a chegada do asfalto. Por anos penamos aqui com poeira e lama. Agora, está muito melhor. Nosso pedido, por hora, é que sejam instalados quebra-molas na via, pois, após a chegada do asfalto, os carros passaram a trafegar com velocidade alta colocando em risco a segurança dos pedestres”, informou.

O comerciante Mário da Silva diz que o trabalho ficou muito bom. “A gente vê que o serviço foi bem feito e o asfalto é de qualidade”, contou. Segundo ele, antes das obras a pista era esburacada, praticamente intransitável. “Depois do asfalto ficou 100%. Está melhor para motoristas e pedestres”, celebra.

A gente vê que o serviço foi bem feito e o asfalto é de qualidadeMário da Silva, comerciante

O secretário de Obras do GDF, Izidio Santos Junior, explica que a gestão atual agiu de forma rápida na análise dos contratos e retomada das obras paralisadas. Na opinião do secretário, com o avanço do serviço e confiança por parte da população, as obras nos dois lotes devem ser concluídas até 2020.

“Agora, com o ritmo acelerado, a população está entendendo e nos apoiando. Todos sabem dos transtornos ocasionados pela realização de obras em uma cidade já habitada e em funcionamento. No entanto, somente com a conclusão dos serviços, será possível acabar com os problemas de poeira e alagamentos, assim como avançar na regularização do Setor”, explicou.

Sobre a obra
As obras de urbanização no Setor Habitacional Bernardo Sayão incluem a execução de 32 km de rede coletora de águas pluviais e 46 km de pavimentação asfáltica, calçadas e meios-fios, em um investimento de R$ 56 milhões. A previsão é de que sejam concluídos em 2021.

*Com informações da Secretaria de Obras