5/12/19 15:30
Atualizado em 5/12/19 às 16:59

Secretário do DF participa da 16ª Expoepi

Mostra reconhece e premia experiências bem-sucedidas em vigilância em saúde no país

O secretário de Saúde, Osnei Okumoto, participou da solenidade de abertura da 16ª Mostra Nacional de Experiências Bem-Sucedidas em Epidemiologia, Prevenção e Controle de Doenças (Expoepi), organizada pelo Ministério da Saúde. Na ocasião, o gestor da pasta do Distrito Federal destacou a importância do evento: “É importante conhecer os trabalhos de proteção e controle de doenças, para atualizarmos nossos conhecimentos e levar as boas experiências para municípios, estados e o nosso DF”, disse.

Durante a solenidade, a neuropediatra Denize Bomfim, do Hospital de Apoio de Brasília, teve seu trabalho reconhecido. Ela recebeu das mãos do secretário e do ministro Luiz Henrique Mandeta um trófeu. Atualmente, Denize é chefe do serviço de reabilitação infantil do hospital, e já foi ouvidora da Saúde.

A mostra reconhece e premia experiências bem-sucedidas na área da vigilância em saúde para inspirar outras iniciativas pelo país. Esta edição bateu o recorde de trabalhos inscritos: foram 1.185 projetos de todo o país.

As experiências e trabalhos ganharam premiações que variam de R$ 4 mil a R$ 50 mil, em três modalidades de participação: experiências bem-sucedidas que contribuíram para o aprimoramento das ações de vigilância em saúde; profissionais que atuam no Sistema Único de Saúde (SUS) e que desenvolveram trabalhos de pós-graduação em temas relacionados às ações em vigilância em saúde; e movimentos sociais que desenvolveram ações para vigilância, prevenção e controle de doenças e de agravos de interesse da saúde pública.

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, parabenizou não somente as experiências premiadas, mas também o trabalho de vigilância no país inteiro. “Por mais que muitas vezes encontramos falhas, jamais, em nenhum município, deixei de encontrar alguém do SUS com brilho nos olhos, buscando apoio das secretarias estaduais, pedindo o apoio do Ministério da Saúde”, frisou.

Programação

A mostra vai até esta sexta-feira (6). Nos três dias do evento, os participantes podem acompanhar painéis, mostras competitivas e mesas redondas, com discussões atualizadas sobre a vigilância em saúde no país. A programação da Expoepi busca contemplar as diversas áreas que compõem a Vigilância em Saúde, de modo a garantir que todos os profissionais atuantes no SUS se sintam representados.

Neste ano, também está havendo uma exposição de fotografias que retratam as ações de vigilância em saúde pelo país. As fotos, enviadas pela população e profissionais de saúde, compõem a exposição Pelas lentes da Vigilância: o SUS que construímos.

A exposição apresentará, ainda, os principais avanços e desafios à vigilância em saúde, nos últimos 16 anos, desde a criação da Secretaria de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde até os dias atuais.

Uma das fotografias expostas foi premiada, trazendo a temática busca ativa da maria, no Amazonas. O registro foi feito pelo servidor daquela região, Antônio Marcos Blanqui, que recebeu a placa de agradecimento das mãos do Ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta.

Histórico
A Expoepi foi criada em 2001 para divulgar e premiar os serviços de saúde do SUS em todo o país que se destacaram pelos resultados alcançados em atividades de vigilância, prevenção e controle de doenças e outros agravos de importância para a saúde pública.

O evento promove, ainda, a atualização técnica e a capacitação dos profissionais que atuam nos diferentes cenários de práticas do Sistema Único de Saúde. São organizados painéis temáticos e mesas redondas com convidados nacionais e internacionais.

* Com informações da Secretaria de Saúde