17/1/20 20:14
Atualizado em 23/1/20 às 16:00

Doação de computadores beneficia Biblioteca do Paranoá

Mais 200 aparelhos serão garantidos para o local, informa o secretário Gilvam Máximo

O secretário Gilvam (de azul) e o administrador Sergio Damaceno (camisa laranja) foram ao ato de doação | Foto: RA Paranoá / Divulgação

Na manhã desta sexta-feira (17), a Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti-DF) fez a doação de vários computadores que irá beneficiar não só os inúmeros frequentadores da Biblioteca Pública do Paranoá, mas também a própria comunidade da região administrativa. A ação já era muito esperada e faz parte do programa Reciclotech, da Secti-DF. Na oportunidade, o secretário Gilvam Máximo adiantou que, em breve, doará mais 200 computadores para a biblioteca.

Gilvam Máximo agradeceu a receptividade da população do Paranoá e comentou a satisfação em poder ajudar. “É uma honra enorme poder contribuir com o acesso da população às novas tecnologias. E neste ano vamos inaugurar vários laboratórios de robótica que fazem parte do Programa Passaporte Para o Futuro, que capacitará a juventude carente do DF. E o Paranoá e Itapoá serão contemplados com essas ações”, declara.

O administrador regional do Paranoá, Sergio Damaceno, afirmou que a comunidade está muito feliz com a doação dos computadores feita pela Secretaria de Ciência e Tecnologia. “Apesar de grande parte da população brasileira ter acesso a internet, nossa comunidade é muito carente e muitos jovens não conseguem acessá-la por falta de um computador. Então, os computadores chegam em boa hora e essa inclusão digital contribuirá de forma eficaz com a educação dos jovens do Paranoá”, destacou.

Primeira remessa de computadores foi festejada: “Este presente será bastante útil para todos”, diz Antônia Marciel, responsável pela biblioteca | Foto: AR Paranoá / Divulgação

A responsável pela Biblioteca Pública do Paranoá Professor Jadir Soares dos Reis, Antônia Marciel, enfatizou que a biblioteca estava desativada, mas foi reaberta somente com livros e o esforço da comunidade. Ela lembra que os estudantes sempre pediam computadores para fazerem pesquisas.

“Com esta doação queremos montar um telecentro, já que teremos também o Wi-Fi Social. Este presente será bastante útil para todos”, comemorou.

 

* Com informações da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação