28/1/20 15:39
Atualizado em 28/1/20 às 15:39

Liberados recursos para profissionalização de quadrilhas juninas

Fruto de parceria com o Governo Federal, ação da Secretaria de Cultura e Economia Criativa vai capacitar grupos de dança regional

Selecionados deverão apresentar, como contrapartida, oficinas ministradas em escolas públicas do Distrito Federal. Foto: Arquivo/Agência Brasília

A Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Distrito Federal (Secec) publicou nesta segunda-feira (27) no Diário Oficial do Distrito Federal (DODF) o Convênio Plataforma + Brasil N º 887692/2019, que consiste na abertura de um edital de chamamento público para fomentar as manifestações culturais das quadrilhas juninas no DF. A publicação oficial prevê modalidade de premiação dos grupos tradicionais da festividade popular.

Firmado em conjunto com a Secretaria Especial da Cultura, do Governo Federal, o convênio tem como objetivo enfatizar a pluralidade cultural das manifestações juninas, assim como a realização e o acesso às atividades artísticas, formadas pelas várias linguagens e tradições regionais.

O recurso de R$ 501 mil custeará o prêmio aos 40 grupos de dança popular no valor de R$ 12.525,00, para cada uma. O valor do prêmio servirá para promover a capacitação dos grupos e aquisição de material de trabalho, auxiliando no aprimoramento das atividades e impulsionando o empreendedorismo cultural na região.

A previsão é que o edital fique aberto de 17 de março a 8 de abril. No período, os interessados deverão apresentar junto à Secec a documentação que comprove os critérios exigidos como relevância cultural, qualidade técnica e artística, tempo de experiência, contribuição sociocultural e acessibilidade.  O chamamento público também prevê pontuação adicional para acessibilidade. Os recursos são provenientes de emenda do senador Izalci Lucas.

Os selecionados deverão apresentar, como contrapartida, oficinas ministradas em escolas públicas do Distrito Federal. Nesse sentido, cada grupo deverá registrar por meio de carta de anuência a definição da escola, horário e datas e quantidade de jovens atendidos nas oficinas de dança, que serão executadas até dezembro de 2020.

Inscrição
Para realizar a inscrição, os proponentes deverão encaminhar para a Secec o formulário de inscrição juntamente com a documentação que comprovem a trajetória dos grupos, coletivos ou organizações de quadrilhas juninas, tais como, cartazes, folders, fotografias ou material audiovisual, devendo ser apresentadas as realizações culturais dentro da sua área de atuação. A Secec ficará responsável pela contratação, monitoramento e fiscalização da execução do projeto, pela transferência dos recursos financeiros, pela programação das atividades.

De acordo com o secretário de Cultura e Economia Criativa, Bartolomeu Rodrigues, o edital auxiliará o aprimoramento do trabalho anual dos grupos juninos. Para o líder da pasta, o valor destinado qualificará o contato do público com a difusão da cultura regional. “Este convênio também tem o papel de aproximar as esferas de recepção pública e social das criações artísticas e expressões culturais existentes no Distrito Federal”, completa.

*Com informações da Secretaria de Cultura e Economia Criativa