11/3/20 10:28
Atualizado em 11/3/20 às 10:28

Unidade de Internação de Planaltina ganha consultório odontológico

Com a inauguração do espaço de atendimento, serão beneficiados 93 jovens que cumprem medidas socioeducativas

O consultório foi inaugurado por meio de parceria entre o Ministério Público do Trabalho e as secretarias de Saúde e de Justiça e Cidadania | Foto: Breno Esaki / SES

Inaugurado na terça-feira (10), o novo consultório odontológico da Unidade de Internação de Planaltina (UIP) já opera com a capacidade de atender 93 jovens em cumprimento de medidas socioeducativas. Os pacientes terão acesso a restauração dentária, extrações, limpeza e prevenção, entre outros serviços.

O benefício é resultado de uma parceria entre a Secretaria de Saúde (SES), a Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejus) e o Ministério Público do Trabalho (MPT). A SES contribuiu com insumos, ofertou a cadeira odontológica e providenciou que um dentista da Unidade Básica de Saúde (UBS) 5 atenda na UIP uma vez por semana.

Já o MPT foi responsável por organizar e direcionar cerca de R$ 15 mil em multas trabalhistas para a reforma do espaço. À Sejus, por sua vez, coube executar os reparos na unidade.

Agilidade no atendimento

“A inauguração do consultório odontológico dentro da unidade de internação possibilita um atendimento mais ágil ao adolescente em cumprimento de medida socioeducativa, contribuindo de modo mais ágil para ressocialização de cada interno”, destacou o gerente de Odontologia da SES, Maurício Bastos. “Ao mesmo tempo, possibilita economia de recursos públicos, evitando deslocamentos dos adolescentes às unidades básicas de saúde e resguardando a integridade física e psicológica dos mesmos.”

Entre os trabalhos executados no novo consultório, houve pintura, troca de piso, instalação de pias e bancadas, além da aquisição de outros equipamentos, como ar-condicionado, autoclave, armários, aparelho para ver chapas de raios-X e um pedal especial que abre a água da torneira de forma automática.

“Esse consultório odontológico é um avanço para os internos”, observou a superintendente da Região de Saúde Norte, Sabrina Gadelha. “Antes, eles eram atendidos na UBS 5, com dificuldade de transporte, além da exposição a grupos rivais. Com a cadeira odontológica na unidade, é um verdadeiro ganho para todos.”

Segundo a diretora de Atenção Primária da Região Norte, Renata Marcês, a fase de tratamento será iniciada conforme a classificação de risco. “Os que estiverem com situações mais graves serão atendidos primeiro”, disse. “Depois, passarão pelas rodadas de prevenção e promoção à saúde, para evitar novos problemas dentários”.

Além do consultório em Planaltina, os atendimentos odontológicos pela rede pública de saúde também estão disponíveis nas unidades de internação de Santa Maria e de São Sebastião.

Demanda

 De acordo com o diretor da Unidade de Internação de Planaltina, Lucian Rocha, a maior demanda dos internos na área de saúde é referente a odontologia. “Atualmente, 90% dos nossos adolescentes precisam desse atendimento especializado”, informou Lucian. “Um consultório aqui dentro vai auxiliar bastante nisso, e melhorar a qualidade de vida deles. É uma verdadeira vitória”.

Na avaliação do subsecretário do Sistema Socioeducativo da Sejus, Demontiê Alves, o atendimento proporcionado pelo novo consultório reforça o compromisso do Estado com a saúde e com os direitos dos jovens que cumprem medidas socioeducativas.

Demontiê lembrou que, em vários casos, essa será a primeira vez que o adolescente do sistema socioeducativo terá oportunidade de ser atendido em uma consulta odontológica. “Sabemos da dificuldade que há de ter acesso a esse serviço, seja pela logística ou limitações”, disse. “Trazer esse consultório odontológico é um avanço”.

 

* Com informações da SES