15/3/20 19:25
Atualizado em 15/3/20 às 20:09

Cartões do passe livre estudantil serão bloqueados

A medida começa a valer nesta segunda-feira (16). A intenção é reduzir o número de usuários no sistema para garantir a segurança da população

A partir desta segunda-feira (16) os cartões do Passe Livre Estudantil (PLE) estarão bloqueados em razão do decreto 40.520, de 14 de março de 2020, que mantêm a suspensão das aulas em escolas e universidades por mais 15 dias. A medida adotada pela Secretaria de Transporte e Mobilidade em parceria com o Banco de Brasília (BRB), que assumiu o sistema de bilhetagem do DF em novembro de 2019, visa reduzir o número de usuários no Sistema de Transporte Público Coletivo do DF – STPC-DF para garantir a segurança da população e evitar a proliferação do Covid-19.

No decreto, publicado no sábado (14), pelo governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, fica determinado a suspensão pelo prazo de 15 dias das atividades educacionais em todas as escolas, universidades e faculdades, das redes de ensino pública e privada. O texto diz ainda que a suspensão das aulas na rede de ensino pública do Distrito Federal deverá ser compreendida como recesso/férias escolares do mês de julho e terá início a partir do dia 16 de março de 2020, nos termos do documento.

É importante esclarecer que o Passe Livre Estudantil é regulado pela Lei Distrital nº 4.462/2010 e garante o benefício aos estudantes dos ensinos superior, médio ou fundamental, ou em cursos técnicos e profissionalizantes da rede pública ou particular. Alunos dos Centros Interescolares de Línguas (CILs) também têm direito.

O estudante precisa morar a uma distância maior do que 1 km da instituição de ensino em que estejam matriculados. Ainda conforme a lei, o benefício deve ser automaticamente cancelado durante as férias escolares, a menos que os beneficiários comprovem a necessidade de utilizar o Passe Livre Estudantil para realizar alguma atividade acadêmica no período.

Outras medidas

A Semob determinou as empresas de transporte que, como medida preventiva, seja realizada a higienização dos veículos antes do início de cada viagem, buscando reduzir a possibilidade de transmissão do vírus.

Além disso, foi solicitado, que as empresas orientem os seus prepostos sobre a manutenção das janelas dos veículos abertas ao longo de todo o percurso das viagens, para melhorar a circulação do ar no interior dos veículos.

A Secretaria de Transporte e Mobilidade orienta os passageiros a adotarem os procedimentos previstos no Plano de Contingência da Secretaria de Saúde (http://www.se.df.gov.br/wp-conteudo/uploads/2020/02/plano-contigencia-cononavirus.pdf) para evitar a contaminação e a disseminação do vírus.

* Com informações da Secretaria de Transporte e Mobilidade