17/3/20 19:43
Atualizado em 17/3/20 às 19:48

Ambev doará álcool em gel para hospitais públicos

Empresa de bebidas calcula em 500 mil unidades de álcool gel a serem distribuídas no DF, no Rio e em São Paulo

O Distrito Federal receberá um importante reforço no combate e na vigilância à pandemia de Covid-19 provocada pelo novo coronavírus. Uma empresa fabricante de cerveja fará doação de álcool em gel para hospitais públicos.

A iniciativa da Ambev – que domina o mercado de cervejas no país com as marcas Bohemia, Brahma, Skol e Antarctica – rendeu elogio do governador do DF, Ibaneis Rocha, que gravou uma mensagem de agradecimento como retribuição pela ajuda (veja também no vídeo abaixo).

“Só nos cabe agradecer à Ambev e ao seu diretor-presidente, Jean Jereissati. Estou, em nome de toda a população do Distrito Federal e da rede hospitalar, agradecendo a colaboração desse grupo empresarial tão importante pela sensibilidade em relação a essa situação pela qual passa Brasília. A medida será recompensada com o carinho da população. Gesto de grandeza”, enalteceu.

Veja mais no vídeo:

A empresa especializada na fabricação de bebidas agora usará suas linhas de produção em Piraí (RJ) para fabricar etanol e garrafas com o objetivo de distribuir 500 mil unidades de álcool gel. Além do Distrito Federal, também serão contempladas unidades hospitalares de São Paulo e Rio de Janeiro.

Estes estados foram escolhidos pela empresa porque concentram a maioria dos casos da doença. A Ambev também fará a logística de entrega do álcool nos hospitais. A produção se dividirá em 5 mil unidades para cada hospital público dessas regiões.

A Ambev explica ter tomado a decisão de cooperar devido ao aumento da demanda de álcool em gel nos últimos dias, em virtude dos multiplicação dos casos de infecção. Em algumas farmácias do DF, por exemplo, já não se encontra o produto.

Em nota divulgada, a empresa esclarece que a embalagem do líquido em garrafas se deve ao fato de que “o vasilhame não está em falta”. Ainda segundo a nota, “o álcool virá do mosto utilizado para produção de cervejas e do álcool retirado da Brahma 0,0”. O mosto é uma mistura açucarada usada na fermentação alcoólica.

Executivo da Ambev, Jean Jereissati disse que pensou em uma forma de ajudar o brasileiro a passar por essa situação de pandemia e voltar a ser quem era: de povo socializado e hospitaleiro. A resposta veio a toque de caixa.

O diretor-presidente conta ter percebido que daria para aproveitar o álcool produzido em suas fábricas para produzir o álcool em gel, uma das principais proteções individuais contra o coronavírus. “A gente está feliz de trazer essa solução e dar nossa contribuição ao país, ajudando a resolver essa demanda”, destaca Jean.

Otimista, o empresário já aponta para um futuro de normalidade. Mas faz uma ressalva: “O mais fundamental do nosso negócio é a capacidade de você socializar, reunir os amigos, tomar cerveja. Mas o certo agora é se proteger.”