31/3/20 13:18
Atualizado em 31/3/20 às 20:01

SDE credencia creches para abrigar crianças até 3 anos

Serão abertas cinco mil vagas em creches particulares. Credenciamento das instituições interessadas será feito por e-mail

Começa nesta quinta-feira (2), o credenciamento empresas e instituições educacionais interessadas em participar do Cartão Creche. Lançado em fevereiro deste ano pelo governador Ibaneis Rocha, o benefício vai possibilitar a criação de cinco mil vagas para crianças de zero a 3 anos em creches particulares.

Em razão das medidas contra o coronavírus, o credenciamento será feito virtualmente. Será preciso enviar a documentação digitalizada em formato “.pdf” para este e-mail.

Toda documentação recebida será inserida no Sistema Eletrônico de Informações e receberá um número para acompanhamento pelo site da Secretaria de Desenvolvimento Econômico.

O processo também pode ser acompanhado pelo serviço remoto do Simplifica PJ. Por estes endereços www.sde.df.gov.br e www.se.df.gov.br o interessado pode acompanhar o andamento do credenciamento no dia 10 de cada mês. As creches conveniadas com a secretaria de Educação não poderão ser inscritas para prestar este serviço.

O subsecretário de Relações com o Setor Produtivo da SDE, Márcio Faria Júnior, responsável por coordenar o credenciamento no novo benefício social, disse que a iniciativa demonstra o interesse do GDF de manter seus programas, mesmo com a pandemia do coronavírus, criando condições para uma retomada normal das atividades.

“Quando todos estiverem em condições de voltar ao trabalho, as mães terão onde colocar seus filhos. Com a abertura do credenciamento para o Cartão Creche, estamos nos antecipando à retomada das atividades”, disse ele.

O programa é uma iniciativa da SDE com a Secretaria de Educação e Banco Regional de Brasília (BRB) e é coordenado pelo Conselho de Políticas Públicas e Gestão Governamental, vinculado diretamente ao gabinete do governador Ibaneis Rocha.

O Cartão Creche vem se somar a dois outros benefícios sociais já administrados pela SDE, como o Cartão Material Escolar e o Pequenos  Reparos nas Escolas, lançados no início deste ano. 

O primeiro habilitou 430 papelarias para comercializar itens escolares. O outro teve cadastrados 542 profissionais que estão prontos para trabalhar como bombeiros hidráulicos, chaveiros, eletricistas, jardineiros, pedreiros, pintores, serralheiros, técnicos em eletrônica e técnicos em informática.

* Com informações da SDE