12/4/20 11:23
Atualizado em 12/4/20 às 14:07

Como usar e higienizar máscaras caseiras

Agravamento da pandemia de Covid-19 leva a uma corrida em busca do equipamento de proteção e, em consequência, provoca escassez do produto

Boca e nariz devem sempre estar totalmente cobertos pela máscara, que só pode ser tocada depois de higiene bem feita nas mãos, ensina especialista | Foto: Paulo H. Carvalho / Agência Brasília

Com o objetivo de se proteger do novo coronavírus, causador da doença Covid-19, a população brasileira deu início a uma busca frenética por máscaras, o que levou à escassez do equipamento de proteção no mercado. Em consequência, a confecção caseira tem se tornado uma alternativa também no Distrito Federal.

Leia a nota técnica da Anvisa sobre o uso de máscaras

Gerente de Risco da Vigilância Sanitária do DF, Fabiana de Mattos Rodrigues ensina que alguns cuidados são essenciais na produção da máscara. A começar pela escolha do tecido, que deve ser hipoalergênico, à base de algodão, além de espesso e resistente.

“O primeiro passo é a escolha do tecido. Depois, ter o cuidado para que a máscara cubra totalmente a boca e nariz e que estejam bem ajustadas ao rosto, sem deixar espaços nas laterais”, orienta Fabiana.

A especialista reitera, contudo, que a principal prevenção contra o novo vírus continua sendo não sair de casa, segundo orientação reiterada do Ministério da Saúde. “Mas, se for preciso fazê-lo, usar a máscara corretamente e sempre com a distância social de, no mínimo, um metro. Importante também não sairmos só com uma máscara, levarmos sempre mais uma. Como é de tecido, ao respirarmos e conversarmos ela molha e perde a barreira de proteção. Daí devemos trocar.”

Mas, muitas pessoas ainda têm dúvidas sobre como usar e fazer a higienização da máscara caseira. Por isso, a Agência Brasília explorou o assunto com a gerente da Vigilância Sanitária, de modo a apontar o que está certo e o que está errado no uso do equipamento.

Veja o questionário com a especialista:

Por quanto tempo podemos usar a máscara caseira?

O ideal é de, no máximo, três horas.

Qual a duração deste tipo de máscara?

Devemos fazer uma inspeção, diariamente, para avaliar a qualidade do tecido, verificando se está danificado.

Posso compartilhar minha máscara?

Não. O uso da máscara é individual. Não devemos compartilhá-la nem com mães ou filhos, mesmo após lavá-las.

Quais cuidados tomar ao colocar e retirar a máscara?

O uso da máscara aumenta a tendência de colocar as mãos no rosto. Antes de tocar na máscara, devemos higienizar as mãos. Por isso devemos sempre sair com um frasco de álcool gel. O ideal é usarmos a máscara de lacinho, mas, se tivermos as de elástico atrás da orelha, é preciso higienizar as mãos antes de tirar as máscaras.

Quais outros cuidados devo ter?

Não deixar a máscara pendurada no pescoço ou braço porque, assim, ela está suscetível a sujeira.

Se eu precisar tirar a máscara por um período, o que devo fazer?

Devo colocá-la em um saquinho.

Como guardar a máscara após lavar?

Em um saquinho individual, fechando-o após lavar.

Como armazenar a máscara usada?

Em um saquinho, também. Devemos levar um saquinho para guardá-la até chegar em casa.

Como fazer a lavagem?

Quando chegamos com a máscara suja em um saquinho, tiramos e colocamos de molho com um pouco de água sanitária e sabão. Deixar de molho de 20 a 30 minutos, depois esfregamos, enxaguamos e colocamos para secar.

O molho pode ser na água quente?

Não, porque pode prejudicar a trama do tecido, danificando-o.

Precisa secar ao sol?

Não.

Depois de seca, o que fazemos com a máscara?

Devemos passar ferro e guardá-la em um saquinho.