14/4/20 12:51
Atualizado em 14/4/20 às 16:05

Parque do Tororó avança mais um passo rumo à implantação

Placas de sinalização ao longo da ciclovia foram instaladas nesta terça (14). Local já tem iluminação, guaritas, instalações sanitárias e poço artesiano. Conclusão do plano de manejo é a próxima etapa

Trabalhos para a conclusão do parque ecológico prosseguem dia após dia, já se encontrando em fase adiantada. Porém, como todos os parques do DF, a unidade deve permanecer fechada durante a temporada de enfrentamento ao coronavírus | Foto: Divulgação / Ibram

O Parque Ecológico do Tororó recebeu, nesta terça-feira (14), a instalação de placas de sinalização ao longo dos seus 4,48 km de ciclovia. Com o apoio da Administração do Jardim Botânico e da comunidade local, essa é mais uma ação no processo de implantação da unidade. Em breve, a população vai poder contar com mais esse espaço ambiental e de lazer, revitalizado.

Em março, o programa GDF Presente fez serviços de roçagem, nivelamento de pista, retirada de entulho e limpeza nos arredores do parque.  A unidade já possui iluminação, guaritas, sanitários e poço artesiano construído por meio de compensação ambiental. Após a conclusão do plano de manejo – documento que estabelece fundamentos, objetivos e zoneamento de uma unidade de conservação –, o parque poderá receber equipamentos públicos, como aparelhos de entretenimento infantis, quiosques e Ponto de Encontro Comunitário (PEC).

“Apesar dessa pandemia, o Brasília Ambiental continua trabalhando e preparando as entregas para quando o parque for aberto à população estar bonito”, explica o chefe da Unidade de Educação Ambiental do Instituto Brasília Ambiental (Ibram), Marcus Paredes.

A Superintendência de Unidades de Conservação, Biodiversidade e Água (Sucon) adverte, entretanto, que todos os parques estão fechados, por tempo indeterminado, conforme as determinações do Decreto n° 40.529, de 18 de março de 2020. Essa medida foi tomada pelo GDF na luta contra a Covid-19.

Parque do Tororó

Criado pelo Decreto nº 25.927, de 2005, o parque, com 322,75 hectares, atende uma população de mais de 15 mil habitantes, além de atrair praticantes de ecoturismo que buscam um lugar para caminhadas, trilhas de média dificuldade e rapel. A unidade ecológica tem a finalidade de conservar amostras dos ecossistemas, bem como promover o monitoramento ambiental.

322,75 hectaresÁrea dentro da qual foi criado o Parque Ecológico do Tororó

Nos objetivos dos parque também se incluem o estímulo ao desenvolvimento da educação ambiental e das atividades de recreação e lazer em contato harmônico com a natureza, além da proteção das nascentes do córrego Pau de Caixeta, que possui campos úmidos nas proximidades das nascentes e na área de recarga no seu interior.

* Com informações do Ibram