14/4/20 14:12
Atualizado em 14/4/20 às 17:58

Piscina com Ondas recebe limpeza reforçada

Um dos ícones de Brasília, o equipamento, que fica no Parque da Cidade, está desativado, mas requer manutenção, principalmente em ações de combate aos focos de dengue

Piscina precisa ser limpa com frequência, especialmente na época das chuvas. Objetivo é exterminar focos do mosquito transmissor da dengue | Fotos: Paulo H Carvalho / Agência Brasília

Enquanto o Parque da Cidade está fechado para evitar a propagação da contaminação pelo coronavírus, o GDF aproveita para fazer a manutenção do maior espaço público de lazer da América do Sul. Funcionários da Companhia de Urbanização da Nova Capital (Novacap) iniciaram, nesta terça-feira (14), uma limpeza na Piscina com Ondas – um dos ícones de Brasília –, para combater outra doença que preocupa as autoridades do Distrito Federal: a dengue.

A Novacap está retirando, com uma bomba, a água acumulada no local devido às chuvas das últimas duas semanas. A operação será finalizada nesta quarta-feira (15), quando os próprios funcionários do parque vão limpar o fundo da piscina com água, sabão, vassoura e rodos para retirar a terra e o lodo. Até as 14h, já haviam sido retirados 70 mil litros de água.

70 mil litrosQuantidade de água retirada até as 14h de terça-feira (14)

Segundo o administrador do Parque da Cidade, Silvestre Rodrigues da Silva, apesar de desativada, a Piscina com Ondas é limpa constantemente. “Sempre que começa a encher, a gente esvazia, mas choveu muito e a água não tem vazão; a tubulação está entupida”, explica. “A Vigilância Sanitária sempre joga remédio aqui para impedir o crescimento do mosquito Aedes aegypti, tanto que a gente não viu nenhum foco de dengue”.

Silvestre lembra que eliminar a água parada foi uma preocupação demonstrada pelo próprio governador Ibaneis Rocha. “Ele perguntou pessoalmente como estavam as coisas no parque”, conta. Em outra ação de prevenção da dengue, os funcionários responsáveis pela limpeza encontraram, na semana passada, água acumulada nos tambores utilizados pelos lavadores de carro que ficam no Estacionamento 13. “Tampamos ou viramos todos eles”.

Revitalização

No final do ano passado, o GDF designou representantes das secretarias de Governo, Esporte e Lazer e de Projetos Especiais, além da Novacap, para trabalharem juntos na implantação das parcerias público-privadas (PPPs) no Parque da Cidade.

Abrangente, o projeto prevê não só a concessão de espaços à iniciativa privada, mas também a revitalização de aparelhos públicos encontrados ali, como quadras poliesportivas e a piscina com ondas.

A primeira etapa da força-tarefa já está definida. Os gestores públicos vão consultar os membros da iniciativa privada sobre quais adequações físicas e legais são necessárias para a exploração do Parque da Cidade.

A partir das observações do empresariado brasiliense, será decidido que tipo de concessão o grupo vai empregar: geral e ampla ou setorizada. No primeiro modelo, a operação diz respeito à parte de esportes e lazer. No segundo, abrange instalação de restaurantes e lanchonetes, além um espaço para eventos periódicos, como shows e apresentações culturais.

 

 

 

 

Galeria de Fotos

Piscina com Ondas recebe limpeza reforçada