17/4/20 15:55
Atualizado em 17/4/20 às 16:06

Pesquisa mostra que brasilienses aprovam campanhas de castração

Em 2019 foram feitas 9.055 cirurgias, resultado 64% maior do que o auferido nas campanhas desenvolvidas em 2018

Noventa e um por cento dos tutores participantes do programa de Castração de Cães e Gatos aprovam a forma com que o Instituto Brasília Ambiental realiza o cadastro na campanha e 97% deram “nota ótima ou boa” no quesito de atendimento da clínica. Esse foi o resultado da quinta pesquisa que avalia a satisfação e o desempenho da ação desenvolvida pelo órgão ambiental, em parceria com a clínica veterinária DG PreventPet.

As perguntas foram feitas, por meio digital, entre os meses de janeiro e março de 2020, período no qual foram atendidos pelo programa 217 tutores e 1.071 animais, dos quais 328 cadelas, 173 cães, 343 gatas e 78 gatos. Em 2019 foram feitas 9.055 cirurgias, inclusive por meio do Castramóvel, unidade móvel que realizou castrações nos estacionamentos das administrações regionais – resultado 64% maior que as campanhas desenvolvidas em 2018, que atenderam 5.509 animais.

“As campanhas de castração vem sendo bem aceitas pela população e tem recebido índices muito bons na avaliação. O que nos incentiva nas realizações de mais eventos”, elogiou o diretor de Conservação do Brasília Ambiental, Alexandre dos Santos.

O diretor lembrou ainda que, devido às medidas de prevenção e combate à propagação da Covid-19 tomadas pelo GDF, as castrações agendadas estão suspensas até o dia 3 de maio, conforme o Decreto n° 40.583, de 1° de abril de 2020. Detalhes e informações sobre novas datas são atualizadas e enviadas aos e-mails cadastrados.

“Esperamos a compreensão e o apoio da população nesse momento e enfatizamos as recomendações que todos permaneçam em suas casas”, acrescentou Alexandre.

Castração

De acordo com a Diretoria de Fauna, a superpopulação de animais domésticos gera muitos problemas para as pessoas. Ninhadas indesejadas frequentemente abandonadas acabam nas ruas, sujeitas aos maus-tratos, acidentes de trânsito, mordeduras e transmissão de zoonoses.

Diante desse cenário, e como estratégia de controle e preservação da fauna local, o Brasília Ambiental vem realizando e intensificando as campanhas de castração de cães e gatos no Distrito Federal.

* Com intonações do Brasília Ambiental