20/4/20 19:05
Atualizado em 22/4/20 às 10:13

Operação conjunta recolhe carcaças no Sudoeste

Dez sucatas foram levadas ao depósito do 3º Distrito Rodoviário (DER/DF), em Samambaia

identificação dos veículos abandonados foi feita com o apoio dos Conselhos Comunitários de Segurança | Foto: Divulgação / RA Sudoeste

Como parte das ações para eliminar focos do mosquito Aedes aegypti, transmissor de dengue, zika e chikungunya, a Secretaria de Segurança Pública (SSP/DF) coordenou nesta segunda-feira (20) mais uma operação para retirada de carros velhos abandonados em áreas públicas. A ação, que ocorreu no Sudoeste, resultou na retirada de dez carcaças, que foram levadas ao depósito do 3º Distrito Rodoviário, do Departamento de Estradas de Rodagem (DER/DF), em Samambaia. Desde janeiro, 210 carcaças já foram retiradas das ruas.

A retirada do material das ruas é resultado de uma parceria que reúne secretarias executivas das Cidades e de Políticas Públicas, DF Legal, Departamento de Trânsito (Detran-DF), Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) e Diretoria de Vigilância Ambiental (Dival), da Secretaria de Saúde (SES). A Administração Regional do Sudoeste apoiou a operação. Representantes dos órgãos se reuniram no Centro Integrado de Operações de Brasília (Ciob) para distribuição do efetivo e coordenação das ações.

A identificação dos veículos abandonados foi feita com o apoio dos Conselhos Comunitários de Segurança (Consegs), como explica o secretário de Segurança Pública, o delegado Anderson Torres. “Esta é uma ação conjunta em cumprimento ao decreto do governador e está sendo possível ser executada com maior rapidez por conta de os carros abandonados já terem sido mapeados pelos conselhos, que solicitaram a retirada desse material das ruas.”

Órgãos como Detran-DF e DER/DF deram suporte à remoção e à retenção das sucatas | Foto: SSP-DF / Divulgação

Os pontos foram informados pelos Consegs durante reuniões, que ocorrem mensalmente. “A população e as administrações regionais contribuem muito com esse levantamento. Por isso é tão importante a participação nesses encontros, que estão suspensos devido ao isolamento social”, explicou o coordenador dos Consegs na SSP-DF, Marcelo Batista.

De acordo com o diretor da Vigilância Ambiental, Edgar Rodrigues, foram encontrados focos do mosquito nos carros abandonados. “As carcaças dos carros acabam se tornando criadouros do mosquito da dengue e pontos de proliferação de larvas. Estamos unindo todos os esforços para retirar das ruas os carros que estiverem nesta situação.”

Na próxima quarta-feira (22), a SSP-DF e o DER/DF farão a retirada de carcaças nas proximidades da DF-001, entre o Colorado e Planaltina.

 

* Com informações da Secretaria de Segurança Pública