20/4/20 19:08
Atualizado em 20/4/20 às 19:08

Servidor do Brasília Ambiental mostra como cuidar dos resíduos

Ideia é que eles contem como separam e destinam o lixo e, assim, distribuir conhecimento e informação

Como você está cuidando dos seus resíduos nesta quarentena? Com o período de isolamento social, por conta da pandemia da Covid-19, a Agenda Ambiental na Administração Pública (A3P) do Instituto Brasília Ambiental teve a iniciativa de estimular os servidores da autarquia a responder a essa pergunta. Eles criam vídeos onde mostram em suas casas como separam e, consequentemente, destinam o lixo. A divulgação está sendo feito por meio da hastag: @comovocêfaz

 “A ideia não é criticar ninguém, fazer monitoria ou dizer sobre a forma certa ou errada. Mas, sim, criar um canal de conhecimentos, no qual as contribuições ajudem o saber real do cenário de cada família e o que está acontecendo, nesse momento de pandemia, nos lares”, esclarece o presidente da A3P do Brasília Ambiental, Webert Oliveira Ferreira. 

Com essa troca, destaca, é ser possível encontrar formas de menor impacto, e mais adiante, quem sabe, ter um bom material para criar ações de sustentabilidade e educação ambiental. Segundo ele, cada pessoa pode produzir seu vídeo como quiser, usando da criatividade, do que dispor.   

“Assim, cada pessoa que assistir aos vídeos pode ver as melhores soluções, filtrar o que também serve pra ela e tirar suas próprias conclusões. O importante é trazer ao debate o tratamento e o descarte que estamos dando aos resíduos que produzimos”, esclarece.

São esperados não só vídeos com práticas, ambientalmente, corretas, mas também de pessoas que tenham dificuldades em fazer o tratamento do lixo. “O importante é o compartilhamento, pois a dificuldade de um pode ser a de muitos”, diz ele. 

Há também casos de pessoas que fazem a separação mas encontram outros problemas –  como a falta de coleta seletiva, dificuldades para localizar pontos de entrega para os itens da política reversa. “Queremos trazer à tona não o quadro ideal, mas um extrato do quadro real do tratamento dos resíduos nesse momento”, ressalta Webert.

Alguns vídeos já foram produzidos pelos servidores do Brasília Ambiental que integram a A3P. Mas o estímulo é para que outros servidores do órgão também o façam. E, de acordo com o presidente da A3P, nada impede que a ação, seja ampliada para todo o DF. 

“Os resultados dos vídeos podem nos dar mecanismos para construir ações internas e políticas para o órgão. E as reflexões podem ser compartilhadas e incentivarem outros órgãos do governo a trabalhar juntos nesse momento”, salienta ele.


Sustentabilidade 

A Agenda Ambiental na Administração Pública é um programa do Ministério do Meio Ambiente que objetiva estimular os órgãos públicos do país a implementarem práticas de sustentabilidade. A adoção da A3P demonstra a preocupação do órgão em obter eficiência na atividade pública enquanto promove a preservação do meio ambiente. Ao seguir as diretrizes estabelecidas pela Agenda, o órgão público protege a natureza e, em consequência, consegue reduzir seus gastos.


* Com informações do Instituto Brasília Ambiental