22/4/20 15:42
Atualizado em 23/4/20 às 17:21

Força-tarefa evita desmoronamento de ponte em Planaltina 

Após uma vistoria de rotina identificar o problema, equipes entraram em ação e seguiram em ritmo intenso para recuperar o trecho sobre um córrego na região da Rajadinha

As equipes construíram rapidamente uma barreira que ajuda a conter o fluxo da água enquanto os trabalhos avançam | Foto: Divulgação / GDF Presente

Uma ação integrada do Governo do Distrito Federal impediu um desmoronamento de uma ponte na área rural de Planaltina que poderia deixar ilhados os moradores da Rajadinha. Há duas semanas, uma vistoria de rotina identificou o problema em uma manilha que mantinha o fluxo de água de um córrego e atua na recuperação da estrutura. Nesta quarta-feira (22), as manilhas serão recolocadas para posterior ajuste do aterro.

“Estava abrindo uma cratera no bueiro de captação de água no córrego na região. Se continuasse assim, nessa época com chuvas, causaria um acidente”, explica o diretor de Obras da Administração Regional de Planaltina, João Antonio Pilegi Link. O problema foi identificado na terça-feira (14), e logo teve início uma força-tarefa para minimizar o dano da ponte, que dá acesso à Escola Classe Rajadinha.

Além da administração, estão envolvidos nesse trabalho o Polo Norte do GDF Presente, a Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap), o 4º Distrito Rodoviário do Departamento de Estradas de Rodagem (DER) e a Companhia de Saneamento Ambiental (Caesb). De acordo com João Link, o reparo é executado no bueiro e na pista, para evitar que o problema se agrave.

Barreira e monitoramento

“Havia uma erosão debaixo de uma das três manilhas que escoam a água do córrego”, explica o engenheiro. “Fizemos uma barreira nesse ponto para estancar a água e aterrar para que possamos trabalhar, colocando material grosso, pedra e resto de meios-fios para dar suporte. É material forte para dar conta e não ser levado pela água”. Enquanto isso, o fluxo do córrego segue normalmente nos outros dois pontos.

O trecho com problemas fica perto de uma vila e fazendas com plantação, com muito tráfego de caminhões. Por isso, o reparo é essencial para garantir a segurança de todos. Coordenador do Polo Norte do GDF Presente, Ronaldo Alves informa que a ação conta com três máquinas, três caminhões e consultoria técnica do DER. Além disso, a administração regional e a Caesb monitoram a adutora, para agir em caso de vazamentos.

Galeria de Fotos

Força-tarefa evita desmoronamento de ponte em Planaltina