23/4/20 11:16
Atualizado em 23/4/20 às 14:17

Ceasa passa por sanitização para proteger o público frequentador

Ação, que faz parte do programa Sanear DF, incluiu aplicação de hipoclorito de sódio em todos os ambientes da central de abastecimento

Sanitização foi feita tanto para proteção contra o coronavírus quanto para combate ao mosquito transmissor da dengue | Foto: Divulgação / Ceasa-DF

Todos os ambientes da Ceasa-DF passaram, na quarta-feira (22), por uma sanitização com hipoclorito de sódio. Além de visar ao enfrentamento ao coronavírus, causador da Covid-19, a ação, que integra o programa Sanear-DF, teve como objetivo proteger o público contra a proliferação do mosquito Aedes aegypti, transmissor de doenças como dengue, zika e chikungunya.

O trabalho é o resultado de uma  parceria entre a administração do SIA e a Ceasa. “Nossa preocupação é preparar não só a Ceasa, como também a Feira dos Importados, para a população estar segura quando a situação se normalizar e o comércio voltar a funcionar”, destacou a administradora do SIA, Luana Machado.

“O intuito da Ceasa é proteger todo seu público e disponibilizar para a população do Distrito Federal um ambiente saudável, limpo e acolhedor”, resumiu o presidente da Ceasa, Onélio Teles.

Sanear-DF

O programa foi elaborado pela Secretaria das Cidades (Secid) e pela Diretoria de Vigilância Ambiental em Saúde (Dival), com base no Decreto nº 40.550, de 23 de março deste ano, que dispõe sobre as medidas para enfrentamento da emergência de saúde pública decorrente do novo coronavírus.

Participam desse projeto as administrações regionais do DF; as secretarias de Comunicação, Transporte e Mobilidade, Segurança Pública, Políticas Públicas, Educação e DF Legal; o Serviço de Limpeza Urbana (SLU); o Departamento de Trânsito do DF (Detran-DF); o Departamento de Estradas de Rodagem do DF (DER-DF) e a Companhia de Saneamento Ambiental do DF (Caesb).

 

 

* Com informações da Ceasa-DF