28/4/20 15:53
Atualizado em 28/4/20 às 16:30

Espaços de educação com conforto e bem-estar no Gama

Recursos administrados com responsabilidade pela Coordenação Regional de Ensino da cidade permitem intensas reformas em 26 escolas

Poemas nas portas dos banheiros na escola CED 08 do Gama. Foto: Joel Rodrigues / Agência Brasília

Antes de abrir o portão do Centro Educacional 08, do Setor Sul do Gama, a coordenadora regional de ensino, Cássia Maria Nunes, avisa: “Essa escola é show de bola, vocês vão ver”, confidencia orgulhosa à reportagem da Agência Brasília.

De fato, o espaço impressiona, transmitindo bem-estar e conforto aos mais de mil alunos do Ensino Fundamental e Médio. Tudo resultado da boa distribuição de recursos vindo de emendas parlamentares, do Programa de Descentralização Administrativa e Financeira (Pdaf) e do GDF. “Cuidar da escola é cuidar do aluno”, resume a vice-diretora, Karine de Freitas Viera.

Para começar, são 21 redes de dormir espalhadas pelo pátio, além de guarda-sóis protegendo os bancos de mesa de concretos na área de lazer. O dinheiro para esses utensílios veio de uma rifa organizada pela equipe da escola.

Nas portas dos banheiros masculino e feminino, poesias de Fernando Pessoa e Cecília Meireles, enquanto no muro grande da entrada, frases homenageando mulheres guerreiras de todo o segmento do país e do mundo, como essa, em deferência à paquistanesa, Malala Yousafzai, sobrevivente de um atentado do talibã, em 2012.

“Aqui somos muito unidos, costumo dizer que somos a família CED 08”, conta Karine. “Todo ano a gente inventa uma coisa diferente para conscientizar os alunos para a importância de cuidar daquilo que é deles”, explica a servidora da secretaria de Educação.

Com a verba do Pdaf, a instituição pode trocar os telhados, o que não acontecia desde anos 70. Com esse dinheiro ainda será possível fazer as instalações de 12 pias para higienização em todos os corredores. Uma medida, diga-se de passagem, bem oportuna em tempos de Covid-19. A caixa d´água do CED 08 também passou por reforma ganhando, além de pintura nova, uma escada de segurança. Nos próximos dias as tintas vão dar vida nova às duas quadras do Centro Educacional.

“Também recuperamos 29 câmeras de segurança, mas queremos instalar outras seis”, revela a vice-diretora Karine. “Nossa prioridade quando começou a reforma das mais de 20 escolas que fazem parte da nossa regional, foi a manutenção das caixas d’águas e da parte elétrica das escolas, que há muito tempo não tinham sido feitas”, destaca a Coordenadora Regional de Ensino do Gama, Cássia Nunes.

Aluna da escola há dois anos, a jovem Maria Eduarda Gonçalves, 14 anos, não vê a hora de voltar às aulas. “Essa doença podia ir embora logo, estamos com saudade daqui, ainda mais que a escola está linda, tudo limpinho e arrumado”, lamenta a estudante que esteve na CED 08 visitando o pai que é pedreiro na obra.

Piso e instalações elétricas novos

Reforma geral na Escola Classe 29 do Gama. Foto: Joel Rodrigues / Agência Brasília

Um grande susto agora será coisa do passado para a diretora Silvia Gonzaga, da Escola Classe 29, do Setor Sul do Gama, que atende 680 alunos do 1º ao 5ª ano. Foi quando o fogo, causado por um curto-circuito num dos corredores da escola repleto de salas de aulas, em 2018, poderia ter causado uma grande tragédia, que também tem cinco turmas de alunos especiais.

“A sorte é que foi de noite e os seguranças nos avisaram”, lembra a profissional, desde 2011 na instituição. “No ano passado o quadro de energia também teve problemas bem no meio da festa do dia das crianças”, recorda.

Agora esses problemas com fiações acabaram graças a reforma completa de toda a instalação elétrica das 26 salas de aulas e de outras seis dependências da escola, que compreende, entre outras coisas, a coordenação e diretoria.

E as obras de revitalização da Escola Classe 29, na ativa desde 1977, não param. Uma verba parlamentar de R$ 40 mil permitiu também a troca de todo o piso do local, que vai ganhar cincos novos canteiros floridos. “Tivemos que cortar as árvores porque as raízes estavam danificando as calçadas e piso. A ideia e transformar os espaços num projeto de jardinagem para crianças”, antecipa a diretora Silva.

Reformas amparadas por Lei

No CEE 01 do Gama banheiros foram reformados e aumentados. Foto: Joel Rodrigues / Agência Brasília

Único Centro de Ensino Especial do Gama, localizado bem na área central da cidade, próximo ao Shopping, o CEE 01 é outro espaço educacional da cidade que está passando por intensa reforma estrutural com recurso do Programa de Descentralização Financeira e Orçamentária (PDAF) que, desde 2017, por meio da Lei 6023, disponibiliza em caráter complementar e suplementar verbas às unidades escolares e coordenações regionais do DF por meio da Lei, 6023.

Num total de R$ 95 mil foi possível reformar todo o piso da ala administrativa da instituição, aumentar dois para quatro os banheiros masculino e feminino, além de mandar fazer 128 armários e bancadas para salas dos professores e da coordenação.

Ainda foi possível fazer reparos de serralheria, parte elétrica, hidráulica e alvenaria. Com dinheiro disponibilizado pelo GDF a caixa d´água for reformada. Ela não tinha escada de segurança.

“Vejo com muita satisfação que as reformas dessas escolas estão sendo feitas com responsabilidade”, agradece o diretor da CEE, Adelmo de Jesus de Albuquerque.

Galeria de Fotos

Espaços de educação com conforto e bem-estar no Gama