30/4/20 13:07
Atualizado em 7/5/20 às 16:32

SLU neutraliza risco de resíduos gerados com testes rápidos de Covid-19

No final do tratamento do material, as cinzas são encaminhadas para um aterro de resíduos perigosos

| Foto: SLU / Divulgação

O Serviço de Limpeza Urbana (SLU) vem recolhendo uma média de 216 quilos por dia de resíduos provenientes dos dez pontos de testagem rápida da Covid-19 na população do DF, uma das várias ações do GDF no combate ao coronavírus. A coleta é realizada com os mesmos cuidados da coleta feita pelo SLU nos hospitais públicos: todos os trabalhadores utilizam equipamentos de proteção reforçados, com procedimentos rigorosos para a retirada do material que é encaminhado para incineração.

Atualmente a empresa Belfort Gerenciamento de Resíduos é a empresa contratada para fazer a coleta, transporte, tratamento e disposição dos resíduos de saúde (RSS) das unidades públicas do Distrito Federal. Para as localidades onde são realizados os testes rápidos, a empresa fornece bombonas e seus respectivos lacres para o acondicionamento dos sacos plásticos contendo os resíduos infectantes.

Diariamente, as bombonas devidamente preenchidas, tampadas e lacradas são coletadas por um veículo exclusivo e específico do tipo caminhão baú que realiza o transporte e pesagem das mesmas. Em seguida, as bombonas são transferidas para Usina de Incineração em Santo Antônio do Descoberto (GO), onde é realizado o tratamento para diminuição do volume e inativação da carga microbiológica (vírus e bactérias) dos resíduos. No final do tratamento, as cinzas geradas são encaminhadas para um aterro de resíduos perigosos.

“Estamos falando de materiais que podem conter a presença do vírus. Os resíduos gerados dessa atividade de testagem são resíduos potencialmente infectados. A gestão desses resíduos com a segurança devida é de fundamental importância para minimizar o risco de propagação”, explicou a diretora de Limpeza Urbana do SLU, Eliana Nicolini.

Todo o trabalho desempenhado pela empresa é fiscalizado rotineiramente por uma comissão executora do contrato do SLU.

* Com informações da SLU