7/5/20 20:46
Atualizado em 7/5/20 às 21:04

Itapoã recebe ação de combate ao mosquito da dengue

Operação do Sanear Dengue envolve 70 agentes da Vigilância Ambiental e inspeciona mais de 900 imóveis

Foto: Divulgação/Secretaria de Saúde
Agentes de Vigilância Ambiental inspecionaram 924 imóveis, sendo 127 tratados com as pastilhas biológicas. Foto: Divulgação/Secretaria de Saúde

Nesta quinta-feira (7), a Vigilância Ambiental em parceria com o Corpo de Bombeiros Militar realizou mais uma edição do Sanear Dengue. A ação de combate ao mosquito Aedes aegypti ocorreu no Itapoã.

Participaram da ação cerca de 70 agentes de Vigilância Ambiental (AVAs). Foram 924 imóveis inspecionados, sendo 127 imóveis tratados com as pastilhas biológicas. Além dos imóveis inspecionados, os agentes encontraram 530 imóveis fechados e tiveram recusa em oito. Também foram inspecionados 1.537 depósitos, sendo 198 tratados. No total, foram utilizadas 277 pastilhas de larvicida.

Já os militares do Corpo de Bombeiros realizaram a divulgação sonora em toda a região do Del Lago II. Além disso, inspecionaram 116 imóveis e 180 depósitos. Foram encontradas por eles, 96 residências fechadas.

Segundo o diretor da Vigilância Ambiental, Edgar Rodrigues, “em tempos de coronavírus, não se pode esquecer de tratar a dengue, porque é uma doença perigosa e que mata. Por isso, é importante continuar com as inspeções em domicílios e depósitos”, explica.

SANITIZAÇÃO – Essa foi uma ação conjunta do Sanear Dengue com o Sanear-DF, que realiza a sanitização com hipoclorito de sódio nas áreas públicas com grande movimentação de pessoas, como terminais rodoviários e Unidades Básicas de Saúde.“É muito importante realizar ações de sanitização para combater a possível proliferação do coronavírus”, destaca Rodrigues.

Durante a operação, foram utilizados três veículos pulverizados do Sanear-DF para a sanitização com o composto da água sanitária. Além de UBV pesado e UBV costal para o combate ao mosquito da dengue.

SANEAR-DF – As ações fazem parte do programa Sanear-DF. Proposto pela Secretaria Executiva das Cidades (Secid) e pela Diretoria de Vigilância Ambiental (Dival) em função do Decreto nº 40.550, de 23 de março, que dispõe sobre as medidas para enfrentamento da emergência de saúde pública decorrentes do novo coronavírus.

Participam desse projeto as administrações regionais do DF, as secretarias de Comunicação, Transporte e Mobilidade, Segurança Pública, Políticas Públicas, Educação, DF Legal, o Serviço de Limpeza Urbana (SLU), o Departamento de Trânsito do DF (Detran-DF), o Departamento de Estradas de Rodagem do DF (DER/DF) e a Companhia de Saneamento Ambiental do DF (Caesb).

DENGUE – Dentro do programa Sanear-DF, também estão previstos os mutirões para combater o mosquito da dengue, feitos cotidianamente pelos agentes da Diretoria de Vigilância Ambiental.

*Com informações da Secretaria de Saúde