7/5/20 11:48
Atualizado em 7/5/20 às 11:48

Profissionais do Hospital da Região Leste são testados para Covid-19

Objetivo da ação é prevenir uma possível proliferação do coronavírus e proteger os trabalhadores da saúde

O Hospital da Região Leste (HRL), antigo Hospital Regional do Paranoá, começou a testagem rápida para detecção da Covid-19 nos profissionais de saúde que atuam na linha de frente na unidade. Serão testados, neste primeiro momento, profissionais do pronto-socorro, emergência e sala vermelha, um dos grupos mais expostos ao contágio.
“É importante essa ação e é preciso que os profissionais de saúde da unidade participem, porque só assim vamos ampliar a nossa capacidade de proteger as pessoas”, disse o secretário de Saúde, Francisco Araújo, lembrando que a testagem começou segunda-feira e vai se estender pelo resto da semana. “Nosso objetivo é dar atenção e tomar todos os cuidados possíveis com esses trabalhadores que estão na linha de frente do combate à Covid-19”, acrescentou.
“Essa testagem é um meio de prevenção, é importante para identificar os profissionais que já tiveram contato com o coronavírus e afastá-los o quanto antes, com o objetivo de não contaminar os colegas de trabalho e nem os pacientes. Por isso, queremos testá-los a cada 15 dias, já que eles têm contato direto com os pacientes”, declara a superintendente da Região de Saúde Leste, Raquel Bevilaqua.
Os profissionais do HRL estão sendo testados desde a última segunda-feira (4). A testagem continuará ao longo da semana. Cada dia é realizado 80 testes, sendo 40 no período da manhã e 40 à tarde. Até a tarde desta quarta-feira (6) foram realizados 240 testes rápidos, tendo somente um resultado positivo.
“Esse profissional já tinha tido contato com a Covid-19 há mais de 30 dias, fez a quarentena e já está curado. Por isso detectou no exame, que identifica o IgG e IgM”, explica a superintendente.
O médico ortopedista Pablo Godinho, ressaltou a importância da prevenção no ambiente de trabalho.  “O servidor está exposto, na linha de frente da batalha. Quem primeiro vai se contaminar é quem atende. Fazer o teste é importante para não sermos um transmissor assintomático tanto para os colegas que convivem diariamente conosco, quanto para os pacientes”, observa.
Além de reconhecer a importância deste tipo de ação para resguardar a saúde dos profissionais, a técnica em Nutrição Maria da Glória, cita, ainda, como importante o uso adequado de suplementação para aumentar a imunidade.
Agendamento
Por meio de um portal de atendimento criado pelo Núcleo de Tecnologia da Informação da Região Leste, o profissional faz o cadastro, agenda o horário do teste rápido e apresenta-se no local para o procedimento. O resultado do teste é enviado por e-mail, mas o profissional também poderá saber o resultado pessoalmente, aguardando alguns minutos. O acesso é por meio do link: http://agendamento.app2b.me/inscricao.
*Com informações da Secretaria de Saúde