27/5/20 16:46
Atualizado em 27/5/20 às 16:46

Equipe de Sobradinho II produziu 8.680 máscaras e capotes

Materiais são usados para proteger pacientes e profissionais em atendimento

Foto: Divulgação/Secretaria de Saúde
Toda a produção é feita no local para manter o padrão de segurança, higiene e a acomodação correta. Foto: Divulgação/Secretaria de Saúde

Desde o início da pandemia, a equipe da Unidade Básica de Saúde (UBS) 02 de Sobradinho II já projetava ter uma forte demanda pelo uso de máscaras. A partir dessa análise, os profissionais reuniram-se para produzir máscaras e capotes, na própria unidade, para doá-las aos pacientes que buscam atendimento na unidade. A UBS já produziu 8.680 produtos que estão sendo confeccionados nas máquinas de costura cedidas pelos servidores.

Toda a produção é feita no local para manter o padrão de segurança, higiene e a acomodação correta. Para o desenvolvimento do material, foi pesquisado o tipo específico a ser produzido, assim utilizam TNT com três camadas para as máscaras e TNT de 40 ou 60 para o capote. Além desses dois itens, os profissionais desenvolveram uma espécie de proteção a pacientes da odontologia e capuz para os servidores. O item leva inclusive um bastidor de plástico de bordado com um suporte de celular.

A gerente da UBS 02, Vanusa Câmara, ressalta que os itens hoje são indispensáveis para o atendimento e que o serviço não poderia ficar paralisado por causa da falta desses materiais. “Quando vimos a proporção que a doença estava tomando no mundo e chegando ao Brasil, projetamos a falta desse itens tão essenciais para o atendimento. É básico. Então, tivemos a ideia de produzi-los aqui mesmo para assegurar, inclusive, a qualidade e segurança dos itens”, ressaltou.

A profissional aproveitou a equipe que não poderia estar em teletrabalho e estava com restrição para trabalhar. Hoje a produção é diária, envolvendo cerca de seis servidores que produzem 100 máscaras e 40 capotes. As máscaras enviadas pela Secretaria de Saúde do DF (SES/DF) são destinadas aos profissionais que lidam com os pacientes suspeitos da Covid-19. A UBS 2 de Sobradinho II tem sete equipes que atendem, cada uma, a 4 mil pacientes, dando uma média de 28 mil pessoas.

*Com informações da Secretaria de Saúde