28/5/20 16:29
Atualizado em 28/5/20 às 16:29

Semob seleciona estudo para concessão da Rodoviária 

Projeto para a recuperação, modernização, operação e gestão do terminal passará por ajustes e será apresentado à população em consulta e audiência públicas

A Secretaria de Transporte e Mobilidade (Semob) publicou, nesta quinta-feira (28), no Diário Oficial do DF (DODF), a seleção do estudo que servirá de base para um futuro edital de licitação para gerir o complexo da Rodoviária do Plano Piloto. O estudo abrange proposta para a recuperação estrutural, modernização, manutenção, operação e gestão do terminal rodoviário.

Das três empresas que apresentaram os documentos, a proposta da Central Engenharia e Construtora /Concrepoxi Engenharia/ Construtora Artec / Meta Serviços e Projetos / Reluz Engenharia ficou na primeira colocação, com 468 pontos.

A comissão técnica responsável pela seleção irá, juntamente com o grupo vencedor, realizar os ajustes considerados necessários para aperfeiçoá-lo para apresentação em consulta e audiência públicas.

Em data a ser definida, esse dois momentos serão a oportunidade para que futuros usuários, potenciais licitantes e demais interessados tenham acesso ao estudo, podendo contribuir diretamente na complementação de pontos não percebidos pela área técnica e pedir esclarecimentos.

Após esse segundo ajuste, que também será de responsabilidade da comissão e do grupo vencedor, o estudo será encaminhado para apreciação e contribuição dos órgãos de controle, para, então, ser publicado o edital de licitação.

Estudos
Das seis empresas autorizadas, dentro do Procedimento de Manifestação de Interesse (PMI) idealizado pela Semob, a elaborar proposta de viabilidade técnica para gerir o complexo da Rodoviária do Plano Piloto, três delas apresentaram os estudos dentro do prazo previsto.

Os estudos foram desenvolvidos a custo zero ao GDF. A empresa vencedora da futura licitação é que deverá ressarcir a autora do projeto selecionado.

A divulgação do resultado da seleção não vincula a administração pública ao estudo selecionado – que tem seus direitos associados transferidos à administração pública e poderá ser divulgado somente após a publicação do aviso de audiência pública no DODF.

* Com informações da Semob