4/6/20 17:03
Atualizado em 4/6/20 às 17:03

Empresários de Taguatinga fazem doação de máscaras ao GDF

Dez mil máscaras foram doadas para a Defesa Civil pela Associação Comercial e Industrial da cidade

Foto: Joel Rodrigues / Agência Brasília

A Associação Comercial e Industrial da  Taguatinga (Acit) aderiu ao espírito de solidariedade em tempos de pandemia do coronavírus e doou 10 mil máscaras para a Defesa Civil do DF. A entrega foi oficializada no início da tarde desta quinta-feira (4) para comemorar, na sexta (5), os 62 anos da cidade.

“Amanhã é o aniversário de Taguatinga, então a Acit juntou todos os comerciantes da cidade, que doaram 10 mil máscaras e mais 500 peças de roupas usadas para o Comitê de Emergência Covid-19”, agradeceu, Sueli Rodrigues, assessora especial da Secretaria de Governo do DF, referindo-se ao programa social criado pelo GDF para prestar assistência à população vulnerável.

“Isso é muito importante, é a sociedade civil participando com o governo para ajudar a população de Brasília”, destacou.

O Presidente da Associação Comercial e Industrial de Taguatinga (Acit), Justo Magalhães Moraes enfatizou que o papel da entidade vai além do compromisso com os empresários da cidade.

Para ele, em tempos de crise, seja ela de qual natureza for, todos têm que estar envolvidos junto com a sociedade e o governo, sobretudo. “Essa questão da pandemia é um problema de todos, não apenas do governo. Então nada mais justo que as entidades, a comunidade, a sociedade civil, participe da solução também”, defendeu. “A Acit tem o dever social de contribuir nesse momento. Estamos fazendo nada mais do que nossa obrigação”, reforçou.

As dez mil máscaras doadas pela associação ao governo do DF foram confeccionadas por costureiras de Taguatinga. De acordo com o subsecretário da Defesa Civil, Sérgio Bezerra, praticamente, toda semana, o órgão recebe algum tipo de doação da sociedade civil. São contribuições que vão desde máscaras, muitas delas, por sinal, kits de higiene e limpeza, além, claro, de cestas básicas. Todo esse material vai direto para o depósito da entidade, que depois faz a distribuição, junto com a ajuda de outros órgãos do GDF. Amanhã (5) mesmo, pela manhã, cerca de 2 mil cestas básicas serão entregues à comunidade de Santa Luzia, localizada na Estrutural.

“A questão da solidariedade humana é um ponto fundamental nas situações emergenciais como essa que estamos vivendo. Sem a participação de todos é muito difícil o conjunto da sociedade superar os problemas”, avaliou o coronel Sérgio Bezerra. “Graça a essa característica de ser solidário, de participar, de colaborar, é que eu tenho certeza que nós iremos superar essa crise”, disse.