4/6/20 12:40
Atualizado em 4/6/20 às 12:45

Hospital de Apoio suspende tradicional festa junina

Medida é para preservar a saúde dos pacientes, acompanhantes e servidores

O Hospital de Apoio de Brasília possui, ao todo 59 leitos, dos quais 29 se dedicam exclusivamente aos cuidados paliativos.

A pandemia do novo coronavírus alterou a rotina de trabalho e algumas programações do Hospital de Apoio de Brasília (HAB), dentre elas, a tradicional festa junina dos pacientes da unidade, que foi suspensa pela administração com o intuito de evitar aglomerações.

De acordo com a chefe da Unidade de Cuidados Paliativos do HAB, Elisa Marquezini, o principal objetivo é a diminuição do trânsito de pessoas. “Todos nossos pacientes são considerados grupo de risco para a Covid-19 (pacientes idosos e com câncer) ,por isso, se fazem necessárias essas medidas tão rigorosas como a suspensão das visitas”, afirma.

Prevenção

Outras medidas de prevenção já foram tomadas pela administração do hospital, como a suspensão de visitas e demais festividades e a limitação da troca de acompanhantes, além da higienização constante do ambulatório.

*Com informações Secretaria de Saúde