9/6/20 15:34
Atualizado em 9/6/20 às 17:45

 Embaixada do Irã celebra 60 anos em Brasília com reinauguração simbólica

Brasília e Teerã são cidades irmãs desde 1996

A transferência das embaixadas do Rio de Janeiro, antiga capital federal, para Brasília foi o primeiro marco para sua concretização como cidade internacional, que hoje sedia mais de 130 embaixadas e diversos organismos internacionais.

Menos de dois meses depois da inauguração, o Presidente Juscelino Kubitschek estabeleceu a primeira representação diplomática: a chancelaria iraniana que retratou a confiança do governo do Irã no projeto desenvolvimentista.

Para celebrar o fato e  manifestar a amizade entre os dois países, no último domingo (7) o embaixador do Irã no Brasil, Hossein Gharibi, realizou uma cerimônia simbólica de reinauguração da representação. “Estou honrado pelo fato de o Irã ter sido o primeiro país que abriu sua embaixada na bela cidade de Brasília”, afirmou.

Estiveram presentes apenas a neta do presidente Juscelino Kubitschek, Anna Cristina, e seu marido Paulo Octávio, o ex-zagueiro da seleção brasileira Lúcio, e a chefe do Escritório de Assuntos Internacionais da Governadoria do Distrito Federal, Renata Zuquim, além do embaixador e de sua esposa, a embaixatriz Safieh Gharibi. A embaixada do Brasil em Teerã, capital do Irã, representada pelo embaixador Rodrigo Azeredo, também celebrou a data por vídeo conferência.

Brasília e Teerã, cidades irmãs

Em outubro de 1996 Brasília tornou-se cidade irmã de Teerã. O acordo de irmanação visa contribuir  para uma maior cooperação, amizade e solidariedade entre os países, ampliar um sistema de intercâmbio nas  áreas social, cultural, esportiva, econômica, comercial e de meio ambiente.

“Esta comemoração é uma excelente oportunidade de reativação dos propósitos da irmanação de Brasília com Teerã e de incentivo ao desenvolvimento da cooperação entre as cidades em áreas de interesse comum”, destacou Renata Zuquim.

A Embaixada da República Islâmica do Irã é uma das representações participantes da campanha “GDF e Embaixadas Unidos contra a Covid-19”, realizada pelo Escritório de Assuntos Internacionais (EAI) em parceria com o Comitê de Emergência Covid-19 e a Defesa Civil do Distrito Federal, tendo doado cestas básicas que foram distribuídas a famílias em situação de vulnerabilidade social.

  • Com informações do Escritório de Assuntos Internacionais