9/6/20 13:50
Atualizado em 9/6/20 às 13:50

Secretaria de Educação assina contrato com agricultores familiares

Serão investidos R$ 20,2 milhões na distribuição de cestas verdes para os estudantes

Nesta terça-feira(9), a Secretaria de Educação vai assinar contratos com as 17 associações e cooperativas de agricultores familiares vencedoras do chamamento público realizado em maio deste ano para o fornecimento de gêneros hortifrutis por meio do Programa Alimentação Escolar (PNAE). Serão investidos R$ 20,2 milhões do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) na distribuição de cestas verdes para os estudantes enquanto durar a suspensão das aulas e na compra de frutas e hortaliças para a alimentação escolar depois da volta das aulas presenciais.

“Vamos adaptar o programa à realidade em que estamos vivendo. Vamos oferecer comida de qualidade e balanceada com a orientação de nutricionistas durante a suspensão das aulas e manter a compra de alimentos frescos quando as aulas presenciais forem retomadas. A Secretaria de Educação está buscando os melhores meios para que ninguém fique desassistido”, destaca o secretário da pasta, João Pedro Ferraz. A novidade será a contratação de mais quatro itens além do que já eram ofertados – acelga, hortelã, manjericão e repolho verde. Ao todo, serão adquiridas 34 frutas e hortaliças.

As contratações anteriores encerraram no mês de março. Na ocasião, a Secretaria solicitou ao FNDE uma mudança no processo, para que o chamamento fosse realizado a distância, tendo em vista o período de isolamento. As regras, então, foram alteradas e o procedimento concluído remotamente.

Economia

“Essa ação fomenta a atividade econômica do GDF junto aos agricultores familiares e faz parte do novo modelo de gestão proposto para a alimentação escolar. Até o final do mês faremos o segundo chamamento público para a agricultura familiar”, adianta o subsecretário de Infraestrutura e Apoio Educacional (Siae), Cláudio Brandão.

Parceria

Vão estar presentes na assinatura desta tarde representantes do GDF, o secretário Ferraz, o subsecretário Brandão, representantes da Secretaria de Agricultura, Abastecimento e Desenvolvimento Rural (Seagri), da Emater-DF e dos sindicatos e das associações e cooperativas da agricultura familiar.

 

* Com informações Secretaria de Educação