30/6/20 18:39
Atualizado em 30/6/20 às 18:55

Água de nascente recuperada será usada no Parque Saburo Onoyama

O recurso, cristalino e potável, vai abastecer piscina do parque e irrigar plantas

A nascente em uma área pública de preservação ambiental, próximo a Quadra QSC 4, em Taguatinga Sul, vai abastecer uma piscina do Parque Saburo Onoyama. O recurso natural, completamente cristalino e potável, desaguava no córrego do parque e passava por uma tubulação insuficiente para a sua capacidade – e que acabou obstruída.

A água transcorria um percurso de 100 metros passando sob a via por um tubo de PVC de 100 milímetros de diâmetro até desaguar no córrego do parque. O fluxo foi interrompido por raízes de plantas que se infiltraram no canal, acumulando no terreno do GDF. Sem vazão, escoou para o asfalto, danificando o piso e formando um buraco. O reparo atende a uma solicitação de moradores que haviam verificado o vazamento da água.

Nascente recuperada será usada para irrigação no Parque Saburo Onoyama. Foto:Divulgação

Há aproximadamente 30 dias, a administração regional de Taguatinga, em parceria com a Novacap e o Brasília Ambiental (Ibram) – responsável pelo parque Saburo Onoyama – iniciaram um trabalho de recuperação da nascente, perdida em meio a uma área pantanosa. O terreno foi roçado também com o apoio da administração regional do Sol Nascente/Pôr do Sol.

Nova tubulação

O ponto de vazão causado pelo entupimento foi identificado e desobstruído. A administração regional de Taguatinga aguarda a cessão de uma nova tubulação pela Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal (Caesb) de 300 milímetros de diâmetro, feito em ferro fundido dúctil, que substituirá a atual. “Estamos saindo do paliativo para o definitivo”, resume o coordenador regional de Taguatinga, Geraldo César.

Quatro caixas de manutenção também serão instaladas, o que facilitará inspeções pontuais, sem precisar de que todo a canalização passe por interferência no caso de algum incidente. “O trabalho, em ainda está em vias de fato, já deu um impacto muito positivo. Fico feliz porque demos solução para o problema ambiental e que preocupava a comunidade, também pela limpeza do mato que crescia no terreno”, afirma o técnico de Planejamento e Infraestrutura Urbana do Ibram, Saulo Guilherme de Freitas.

Galeria de Fotos

Água de nascente recuperada será usada no Parque Saburo Onoyama