30/6/20 19:45
Atualizado em 1/7/20 às 8:18

Convênio garante 1,6 milhão de máscaras à comunidade escolar

Iniciativa que vai beneficiar alunos, professores e servidores ocorre graças a um pool que inclui BRB, Fibra e Secretaria de Justiça e Cidadania

Foto: Paulo H. Carvalho/Agência Brasília
Representantes do BRB, Fibra e secretarias do GDF participaram da assinatura do convênio. Foto: Paulo H. Carvalho/Agência Brasília

A secretaria de Educação do Distrito Federal deu mais um importante passo para o retorno seguro das aulas após a suspensão devido à pandemia do novo coronavírus. Serão entregues gratuitamente 1,6 milhão de máscaras a várias escolas.

A iniciativa que vai beneficiar alunos, professores e servidores se dará graças a um pool que inclui o Banco de Brasília (BRB), a Federação das Indústrias do DF (Fibra) e a Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejus).

A maior parcela da produção de máscaras sairá de um convênio entre o BRB e a Fibra. Um aditivo assinado na tarde desta terça-feira (30) ao acordo feito em abril entre as duas partes garantiu a confecção de mais 1 milhão de peças.

A Fibra utilizará a mão de obras de costureiras conveniadas com o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial do DF (Senai-DF), Serviço Social da Indústria (Sesi) e Sindicato Textuário do DF.

“Essa nova ação ocorreu após uma conversa com o govenador Ibaneis Rocha, que está bastante preocupado com a questão da pandemia”, revelou o presidente da Fibra, Jamal Jorge Bittar. Segundo ele, o convênio firmado em abril garantiu a confecção de 1 milhão de máscaras. Na ocasião, as peças tinham como destino a população e foram confeccionadas por empresas do setor do vestuário.

Além dessa grande remessa de máscaras, o BRB, em parceria com a Secretaria de Justiça também fará a doação de outras 600 mil peças que fazem parte agora do vestiário do brasiliense em tempos de Covid-19.

Presente na solenidade de assinatura do aditivo ao convênio entre o BRB e a Fibra na sede do banco no Setor Bancário Sul, o secretário de Educação, Leandro Cruz, disse que a entrega de 1,6 milhão de máscaras será um apoio significativo, pois cobrirá 80% do total necessitado, que é de 2 milhões.

“Embora não seja suficiente para a toda a nossa comunidade estudantil, é um apoio muito significativo. Mais uma vez o BRB demonstra sua responsabilidade com o Distrito Federal. Essa medida é fundamental para que a gente possa viabilizar a volta às aulas”, ressaltou Cruz.

Segundo o secretário, a volta às aulas ainda será anunciada pelo governador. No entanto, ele garante que a Secretaria de Educação tomou os devidos cuidados para garantir aos alunos, professores e servidores dos colégios a segurança recomendada em protocolo pela Organização Mundial de Saúde (OMS), com a disponibilidade de álcool gel, higienização das unidades escolares e, claro, máscaras.

Programa Todos contra a Covid-19

O presidente do BRB, Paulo Henrique Costa, ressaltou que a produção de máscaras com a Fibra foi construída dentro do Programa Todos contra a Covid-19 com atuação intensa do banco e do Instituto BRB. “É uma quantidade importante e que vai dar segurança para a retomada das aulas. A produção será financiada em parte pelo BRB e pelas doações que recebemos na Campanha Supera DF e no Programa Todos contra a Covid-19”, destacou.

Além de promover a segurança da comunidade estudantil brasiliense, o convênio entre BRB e Fibra também fomentará a atividade de microempreendedores do setor têxtil. “Esse convênio tem um valor social muito grande porque favorece a renda de aproximadamente 1,5 mil microempreendedores que estavam sem renda e hoje ganham o sustento produzindo máscara”, emendou Jamal Jorge Bittar. 

Galeria de Fotos

Convênio garante 1,6 milhão de máscaras à comunidade escolar