3/7/20 11:52
Atualizado em 3/7/20 às 11:52

Hospital Regional do Gama recebe respiradores para pacientes de Covid-19

A partir desta sexta-feira (3), serão mais 16 leitos equipados com respiradores no combate à doença

O Hospital Regional do Gama (HRG) recebeu 16 respiradores que estarão disponíveis nos leitos separados no bloco respiratório para pacientes de Covid-19. Os aparelhos são essenciais para o tratamento, uma vez que realizam a função que deveria ser feita pelos pulmões. Ao todo a enfermaria possui 40 leitos e os aparelhos serão instalados em 16 deles. Os equipamentos entregues já tiveram a montagem iniciada e, nesta sexta-feira (3), estarão todos disponíveis nos leitos.

O secretário de saúde, Francisco Araújo, disse que essa aquisição “é mais um passo importante da saúde pública do DF no combate à pandemia, representando melhoria na capacidade de atendimento do hospital e um tratamento mais eficaz e humanizado para os pacientes vítimas da Covid-19”. Ele considera um ganho “importante tanto para os profissionais de saúde, que estão no dia a dia lutando para salvar vidas, como para os pacientes que chegam e precisam desse equipamento”.

O suporte respiratório é para pacientes que chegam em estado grave ao pronto-socorro e precisam do auxílio do respirador para melhora até a alta hospitalar ou transferência para um leito de UTI nos casos de agravamento da doença. Na evolução da Covid-19, o trato respiratório e os pulmões são as áreas mais atacadas. Com isso, o paciente sofre dificuldades no desenvolvimento de pneumonia, precisando de auxílio para respirar. O aparelho torna-se vital para a recuperação e manutenção desse paciente.

A diretora do HRG, Katymara Godoy, declara que o material chegou num excelente momento em que o plano de enfrentamento à Covid-19 já prevê a abertura de mais atividades no Distrito Federal. “A chegada dos respiradores trouxe um alívio para a equipe porque tínhamos dificuldade de conseguir leitos com esse suporte; agora teremos essa disponibilidade no nosso bloco respiratório. Isso confere autonomia no atendimento e ajuda a manter o paciente para ele recuperar mais rápido. Com o suporte ventilatório, a probabilidade de recuperação é maior”, afirma.

Em junho, a Saúde recebeu 200 respiradores do Ministério da Saúde só para atender aos casos de Covid-19. Os equipamentos estão sendo distribuídos em 13 unidades hospitalares e ajudarão a ampliar a capacidade de atendimento da rede aos pacientes acometidos pela doença.

*Com informações da Secretaria de Saúde