7/7/20 18:50
Atualizado em 7/7/20 às 18:50

‘Papo de Bulcão’: Setur-DF recebe Daniel Mangabeira 

Quadro desta quinta (9) faz parte do projeto Julho em Quatro Athos, iniciativa para celebrar memória do artista

Lançado na semana passada, o projeto Julho em Quatro Athos recebe em seu quadro de entrevistas desta quinta-feira (9), às 20h, o arquiteto e urbanista Daniel Mangabeira, formado pela Universidade de Brasília e atualmente presidente do Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Distrito Federal (CAU-DF). 

A entrevista faz parte do Papo de Bulcão, quadro que acontece todas às quintas-feiras, às 20h, nas redes sociais da Setur-DF, com entrevistas especiais que vão revelar os detalhes de vida e da obra deste pioneiro do design brasiliense que criava a partir de uma ideia de liberdade e movimento.

As ações acontecem durante todo o mês de julho em homenagem aos 102 anos de nascimento (dia 2) e para marcar os 12 anos de morte (no dia 31) de Athos Bulcão. O pintor, escultor e desenhista, cujas obras humanizam ambientes, deu leveza, vida e cor às edificações da nossa capital.

Para a secretária de Turismo do DF, Vanessa Mendonça, as obras de Athos são símbolos da ligação afetiva entre a cidade e seus moradores, pois ele foi o artista que deu à arquitetura de Niemeyer a proximidade com as pessoas. 

“Aqui, arte e arquitetura caminham juntas ao longo da história e nenhum artista no mundo tem tantas obras espalhadas pela cidade em prédios públicos, sempre disponíveis aos olhos do espectador. A obra de Athos é mais que técnica e expressividade. É um legado,” ressaltou a secretária.

Mangabeira
Foi na UnB que Daniel teve contato com grandes nomes da profissão e formou a consciência política que aplica na vida pessoal e profissional.  Ele é um estudioso da arquitetura moderna de Brasília e da relação das obras de Athos com os projetos da cidade. 

No Papo de Bulcão, Daniel Mangabeira irá falar sobre como esse artista conseguiu incorporar a proposta da arquitetura moderna com as artes plásticas. “A união da arquitetura com a arte, Athos fez como nenhum outro artista brasileiro. Ele é um artista fenomenal, uma inspiração para muitos arquitetos e para que a gente entenda a importância da arte para a sociedade”, destacou Mangabeira.

* Com informações da Setur-DF