8/7/20 18:00
Atualizado em 9/7/20 às 16:24

GDF Presente recupera erosão em estrada na Fercal

Desmoronamento ocupa meia pista e compromete acesso de ônibus, carros e chacareiros de comunidades rurais

O GDF Presente chegou à Fercal para dar agilidade às demandas da administração regional. Nesta quarta-feira (8), primeiro dia de ações do Polo Norte na região, as equipes passaram a integrar uma força-tarefa para recupera uma erosão que prejudica 50% de uma estrada rural que é usada pelos mil habitantes do local. Além disso, o programa ainda fez a obra de pavimentação em bloquetes na Rua do Mato – uma demanda de 40 anos. 

O desmoronamento na estrada vicinal 201 da DF-205 ocorreu em período chuvoso e foi preciso esperar até a estiagem para ter uma solução definitiva. A recuperação é liderada pelo Departamento de Estradas de Rodagem (DER) desde terça-feira (7), mas, a partir de agora, conta com reforço de pessoal e maquinário essencial descentralizado pelo GDF Presente. 

Assessor da direção-geral do DER e coordenador da obra, Paulo Izidoro conta que o problema foi um bueiro que, com excesso de água, desbarrancou. “Nós alargamos a estrutura e estamos refazendo o aterro. Hoje o GDF Presente chegou com o rolo compactador, um maquinário que não tínhamos e era necessário para a ação”, diz. 

A pista é importante. Ela é usada para dar acesso às comunidades rurais de Sonhém de Cima, Sonhém de Baixo e Programa de Assentamento Contagem. O local é rota de transporte escolar, ônibus rurais e de escoamento de produção de chacareiros.

Moradora da região de Contagem, a produtora Maria das Dores, 42 anos, diz que ela e toda a comunidade estão satisfeitos com o conserto. “É o principal acesso que temos para levar as produções. Vários carros passam por ali, é bem movimentado, mas estava praticamente impossível transitar. Alguns acidentes chegaram a acontecer”, lembra. Para a obra, o fluxo é desviado e ela garante que isso não é problema: “Entendemos que é necessário para resolver a situação”. 

De acordo com o administrador regional da Fercal,  Fernando Gustavo Lima da Silva, o órgão fez um trabalho paliativo até agora, já que não era possível atuar efetivamente com solo úmido porque dependia de máquinas pesadas. “É importante o reforço do GDF Presente para alavancar e agilizar essa e outras ações”, diz o gestor. 

Outra ação que ganha força com as equipes do programa é a instalação de bloquetes na Rua do Mato, área urbana da cidade. A obra é da administração local, beneficiando cerca de 2,5 mil pessoas. A demanda, de mais de 40 anos, agora é atendida para dar mais conforto e qualidade de vida à comunidade. 

Combate aos buracos

Uma pequena ação que causou grande impacto para a população do Núcleo Bandeirante foi a tapa-buraco. Nesta terça-feira (8), a Novacap disponibilizou 3,6 toneladas de massa asfáltica para ser utilizada na região. As equipes se concentraram na 2ª Avenida, reparando o asfalto esburacado na área residencial, no Bloco 1.600, e na comercial, próximo ao Divinéia.

Morador da região, Fabiano Ribeiro contou que fez algumas solicitações anteriormente, mas foi via Ouvidoria do GDF recentemente que teve o atendimento atendido. “Precisávamos da obra, os buracos atrapalhavam, ficava muita sujeira, acumulava água e ainda tinha o risco de proliferação do mosquito da dengue”, apontou. 

Do outro lado da cidade, na Asa Sul, o Polo Adjacente 1 fez a manutenção na via W3 Sul, na altura das quadras 705 e 711, e também na 312. As equipes levaram melhorias para a mobilidade de comerciantes, moradores e frequentadores da região. Além disso, o cronograma de tapa-buracos no Gama prossegue, com cobertura de buracos na quadra 25 do Setor Leste. 

Também não param os reparos no asfalto do Guará. Desta vez, as equipes cobriram buracos em seis conjuntos nas quadras QE 38, 44, 28 e QI 11. Também foi dia de limpeza geral na cidade. Ao todo, dez pontos tiveram recolhimento de lixo, entulhos, inservíveis e galhos. 

Avança recuperação de estrada

Em Brazlândia, as máquinas do GDF Presente fazem a recuperação da estrada rural DF-435. Nesta quarta, foram mais seis quilômetros reparados pelo Polo Oeste do programa, com retirada de material, corte, espalhamento e compactação de terra ao longo da estrada. 

Segundo o administrador regional, Jesiel Costa, esse tipo de serviço leva tranquilidade ao governo, produtores e estudantes, que deixam de sofrer por problemas de mobilidade e excesso de buracos. “Temos mais de mil quilômetros de estradas rurais, que são trabalhadas e melhoradas com parceria entre órgãos e o programa”, diz. 

Galeria de Fotos

GDF Presente recupera erosão em estrada na Fercal