21/7/20 15:02
Atualizado em 21/7/20 às 15:02

GDF terá conselho consultivo para pesquisas da Codeplan

Grupo é composto por três empresas públicas e sete secretarias e vai ajudar no aprimoramento dos estudos para a elaboração de políticas públicas

 

A Pesquisa Distrital por Amostra de Domicílios (PDAD) e a Pesquisa Metropolitana por Amostra de Domicílios (PMAD), duas das principais pesquisas realizadas pela Codeplan, contarão com um conselho consultivo para o aprimoramento dos estudos. A intenção é abastecer o Governo do Distrito Federal (GDF) com dados demográficos, econômicos e sociais sobre o Distrito Federal e a Área Metropolitana de Brasília (AMB) e, assim, incrementar a base para elaboração de políticas públicas direcionadas para a população dessas regiões.

Foto: Agência Brasília/Arquivo

Entre as competências, estão avaliar e propor temas e questões de interesse governamental para serem incluídas no questionário aplicado na coleta de dados, acompanhar o planejamento e a execução das pesquisas e prestar apoio à divulgação dos resultados obtidos. A Codeplan será responsável por analisar as propostas encaminhadas quanto à pertinência, adequação e viabilidade das sugestões.

O gerente de pesquisas socioeconômicas da Codeplan, Jusçanio Umbelino, destaca que a constituição do conselho é de grande importância para o planejamento e execução das pesquisas. “Seja no apoio da divulgação dos resultados no âmbito governamental seja no fortalecimento e ampliação de sua utilização como ferramenta subsidiária às ações e formulações de políticas públicas em toda a esfera de governo”, diz ele.

A Pesquisa Distrital por Amostra de Domicílios encontra-se na fase de planejamento, onde são realizadas discussões técnicas entre os técnicos pesquisadores e envolvidos na elaboração do produto. Nesta etapa, ocorre a atualização das bases cadastrais de domicílios, que nesta próxima edição da PDAD incluirá informações atualizadas da CEB, Caesb, Codhab e do IBGE.

Nesta fase, também é realizada a revisão da área de abrangência da pesquisa com base na malha censitária do IBGE e a identificação das regiões que necessitarão de listagem própria de residências. O questionário aplicado aos entrevistados é revisado e atualizado de acordo com as necessidades identificadas pela Codeplan e demais órgãos governamentais, com o intuito de aprimorar, quantitativa e qualitativamente, as informações levantadas por meio da pesquisa. 

Na edição que está sendo planejada, estuda-se a possibilidade de ampliar as perguntas sobre comunicação e acrescentar questões sobre segurança alimentar. 

O início da coleta ocorre após a conclusão da contratação da prestadora desse serviço. Na medida em que os dados vão sendo colhidos, os pesquisadores da Codeplan envolvidos na pesquisa checam as informações, de modo a garantir a qualidade. 

Ao final, é avaliada a consistência das informações levantadas, realizando os ajustes necessários para a divulgação dos resultados. Por fim, desenvolvem-se os critérios fundamentais para a expansão da amostra e os relatórios técnicos dos resultados finais que serão apresentados à população. A PDAD está prevista para ser publicada em 2021.

Já a Pesquisa Metropolitana por Amostra de Domicílios está prevista para ser publicada no segundo semestre deste ano. A próxima edição da PMAD está em desenvolvimento desde 2019, e já passou pelas etapas de planejamento, coleta de dados e checagem de campo.

Com questionário ajustado para se aproximar ainda mais da pesquisa distrital, a pesquisa metropolitana se encontra na fase de verificação da consistência dos dados coletados e expansão da amostra. As ações de atualização e revisão que serão aplicadas na PDAD que está por vir serão aproveitadas na PMAD de 2022, uma vez que a intenção é utilizar instrumentos de coleta semelhantes nas duas pesquisas.

O conselho consultivo será coordenado por uma equipe da Codeplan e composto por representantes de diversos órgãos da administração pública local, estrategicamente definidos, como as secretarias de Economia; Educação; Desenvolvimento Urbano e Habitação; Segurança Pública; Saúde; Desenvolvimento da Região Metropolitana; e Justiça e Cidadania; Caesb, CEB e Terracap.


As pesquisas

A Pesquisa Distrital por Amostra de Domicílios (PDAD) é realizada pela Codeplan a cada dois anos, constituindo-se como um dos principais produtos da Companhia entregues à sociedade. Apresenta informações relevantes sobre as regiões administrativas e o Distrito Federal como um todo, além de alguns recortes territoriais mais específicos em algumas RAs, a fim de oferecer um diagnóstico detalhado da realidade brasiliense. Na pesquisa é possível encontrar dados sobre características da população urbana, escolaridade, trabalho e rendimento, situação domiciliar, infraestrutura urbana, entre outros. 

A Pesquisa Metropolitana por Amostra de Domicílios (PMAD) também é realizada bianualmente, nos doze municípios goianos, que compõem a Área Metropolitana de Brasília (AMB), juntamente com o DF: Águas Lindas de Goiás, Alexânia, Cidade Ocidental, Cocalzinho de Goiás, Cristalina, Formosa, Luziânia, Novo Gama, Padre Bernardo, Planaltina, Santo Antônio do Descoberto e Valparaíso de Goiás. O objetivo da pesquisa é conhecer e avaliar a evolução da realidade socioeconômica dos municípios localizados no entorno do Distrito Federal.

Acesse aqui as edições da PDAD e PMAD já publicadas. E consulte aqui a íntegra da Portaria Conjunta nº 20, de 22 de junho de 2020 (páginas 6 e 7).


* Com informações da Codeplan