23/7/20 18:08
Atualizado em 23/7/20 às 18:59

Primeiro laboratório de testes 5G do Brasil é inaugurado no DF

Diferente do 4G, a tecnologia 5G possibilita conexão simultânea de aparelhos, permitindo ao usuário conectar até mil objetos em seu dispositivo móvel

A capital federal ganha, nesta sexta-feira (24), o primeiro ambiente de teste permanente da tecnologia 5G do Brasil. A oficina está localizada no Parque Tecnológico de Brasília (Biotic), na área da Granja do Torto.

O objetivo é criar uma experiência demonstrativa dos diversos usos da rede 5G, apresentando a tecnologia e a grande mudança que a quinta geração da internet representa em termos de inovação e potencial surgimento de novas soluções e empresas de base tecnológica. No local, o público poderá ter experiências gratuitas com smartphones e com a realidade virtual sob demanda.

Respeitando os protocolos de segurança em função da pandemia causada pelo novo coronavírus, o evento contará apenas com a presença de autoridades do Governo do Distrito Federal e representantes das empresas envolvidas, e será transmitido ao vivo, pela internet, às 10h30, no youtube da Biotic.

O governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, acredita que a chegada da tecnologia de forma definitiva abre muitas possibilidades para a consolidação do DF como polo de desenvolvimento de soluções digitais. “O 5G é o futuro.

Vai possibilitar a Internet das Coisas [IoT], a conexão ampla e isso terá reflexo imediato na criação de empregos e nas oportunidades para empreendedores. Brasília sai na frente com esse laboratório. Quando o sistema for implantado no Brasil já estaremos bem preparados para avançar”, afirma Ibaneis Rocha.

O presidente da Biotic, Gustavo Dias Henrique, explica que o laboratório irá gerar um imenso valor ao ecossistema de inovação e ao empreendedorismo do Distrito Federal, uma vez que proporcionará experiências reais de como a nova rede funcionará em sua totalidade quando o leilão ocorrer no Brasil. “Ambientes tecnológicos e inovadores como este ampliam o estímulo ao desenvolvimento de soluções voltadas à Internet das Coisas e às smart cities, tornando Brasília uma cidade cada vez mais inteligente e inovadora”, destacou sobre as experiências que o usuário poderá ter na Biotic.

A oficina contará com equipamentos conectados à rede 5G em que o usuário poderá navegar até cem vezes mais rápido do que a atual 4G. Além disso, será possível realizar conexão com uma fábrica de distribuição e logística, utilizando realidade virtual.

Isso proporcionará uma experiência com a tecnologia voltada para a indústria 4.0 e a IoT onde será possível ver, em tempo real, todos os processos do centro que incluem a utilização de robôs para o envio automático de materiais para o armazenamento.

Tudo isso, graças a utilização do 5G, que com sua baixa latência (fator que assegura qualidade na velocidade da internet, uma expressão de quanto tempo leva para um pacote de dados ir de um ponto designado para o outro), grande largura de banda e conexão massiva, tornam possível o aumento da eficiência operacional do armazém em até 50%.

O presidente da Terracap, Izidio Santos, comenta que o mundo vive um momento delicado na economia causada pela pandemia. Para se ter uma ideia, pesquisa divulgada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), revela que 83% das empresas vão precisar de mais inovação no pós-pandemia.

“Esta acabará sendo a única saída de muitas empresas: a inovação. Aí entra essa experiência no laboratório 5G, que proporciona interação com a chamada Indústria 4.0 e outros conceitos como a Internet das Coisas. Tecnologias que certamente poderão trazer desenvolvimento, inteligência aos negócios e aumento significativo de produtividade”.

A tecnologia 5G

Diferente do 4G, a tecnologia 5G possibilitará conexão simultânea de aparelhos, permitindo ao usuário conectar até mil objetos em seu dispositivo móvel. A principal diferença da internet 5G é a menor latência, ou o menor tempo de resposta para transferir um pacote de dados na rede. A latência é diferente da velocidade. O 5G permite uma taxa de transmissão centenas de vezes maior do que a atual, com picos de até 20 Gbps e uma latência (teórica) de até 1 milissegundo – atualmente, com o 4G, a latência está perto de 80 milissegundos.

A partir disso, em sua máxima potência, o 5G poderá entregar altíssimas velocidades de internet, latência ultra baixa, maior confiabilidade e disponibilidade, o que aumentará a possibilidade de grandes inovações tecnológicas, conectando carros, casas e eletrodomésticos via internet. A nova rede promete consumir até 90% menos energia do que as redes atuais.

Agendamento

O laboratório 5G é um resultado de uma parceria entre a Biotic, subsidiária da Terracap, com a Huawei e a Telefônica Vivo e será aberto gratuitamente ao público, com agendamento sob demanda, atendendo a visitas técnicas, eventos, etc., respeitando as restrições sanitárias impostas pelas autoridades de saúde. Os interessados devem entrar em contato com a Biotic previamente pelo e-mail bioticsa@bioticsa.com.br.

Serviço

Inauguração do Laboratório 5G no Parque Tecnológico de Brasília – Biotic
Onde: Via internet, pelas redes da Agência Brasília e do GDF:

https://instagram.com/agencia.brasilia

http://facebook.com/govdf

E no Youtube da Biotic S/A

Horário: 10h30

Contatos para a imprensa:

Ascom Terracap/Biotic
(61) 98539-1039
(61) 99133-3423
ascom@terracap.df.gov.br

* Com informações da Terracap