7/8/20 11:25
Atualizado em 7/8/20 às 11:25

Hospital de campanha da PM tem as primeiras altas de pacientes

Eles ocupavam leitos de enfermaria e foram liberados nesta quinta-feira (6). Em operação desde o dia 1º, o lugar está com 19 leitos de UTI ocupados

Depois de vencer a Covid-19, dois dos primeiros pacientes internados no Hospital de campanha do Centro Médico da Polícia Militar tiveram alta, nesta quinta-feira (6), e saíram da unidade sob os aplausos da equipe de saúde responsável por atendê-los.

César Brandão Mendonça, 44 anos, foi liberado na tarde de hoje para voltar ao aconchego do seu lar. Já Manoel Antônio da Costa, 52 anos, recebeu alta no início da noite. Ambos estavam internados em leitos de enfermaria e em condições estáveis no hospital de campanha. O primeiro, vindo da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Núcleo Bandeirante, ficou desde o dia 2 de agosto internado na unidade hospitalar.

“Agradeço primeiro a Deus pela minha recuperação e, segundo, a equipe que cuidou muito bem de mim. Ter alta é uma sensação indescritível. Só quem passou por isso sabe a emoção de estar com uma doença dessa e receber a notícia que agora pode reencontrar a família”, contou César, ainda em recuperação. Veja, no vídeo, o momento em que César deixa a enfermaria do hospital. 

Para a esposa dele, Alexandra Oliveira, a volta do marido depois de vários dias internado é uma grande vitória. “O pulmão dele estava entre 50% a 75% comprometido, com muita falta de ar. Estávamos esperando apenas ter uma vaga em um hospital para mandar ele. Graças a Deus ele foi para um local que o acolheu muito bem”, elogiou Alexandra.

Já Manoel Antônio ficou no Centro Médico da Polícia Militar desde 3 de agosto. Veio do Hospital Regional de Taguatinga (HRT) com necessidade de oxigênio, mas apresentou melhora ao longo dos dias.

Em operação desde o último sábado (1º), o Hospital de Campanha do Centro Médico da Polícia Militar já está com 19 leitos de UTI ocupados até o momento. Além disso, 16 leitos de enfermaria estão sendo usados.

As informações sobre a ocupação dos leitos de terapia intensiva e de enfermaria, da Rede Pública de Saúde do Distrito Federal, estão disponíveis para consulta no portal Sala de Situação.

O hospital de campanha da PM possui 80 leitos de UTI com suporte de hemodiálise e 20 leitos de enfermaria. A implantação do hospital contou com a cooperação técnica do Instituto de Saúde do Distrito Federal (Iges-DF). Todos os leitos de UTI são regulados pelo Complexo Regulador de Saúde.

Contrato
No contrato de gestão do hospital estão incluídos o gerenciamento técnico, assistência médica multiprofissional – de forma ininterrupta –, com manutenção e insumos necessários para o funcionamento dos equipamentos e atendimento de pacientes, com medicamentos, materiais, alimentação, nutrição enteral e parenteral.

Como foi feito no Hospital de campanha do Estádio Nacional Mané Garrincha, todos os equipamentos instalados na unidade serão incorporados ao patrimônio da Secretaria de Saúde ao término do contrato.

* Com informações da Secretaria de Saúde-DF