7/8/20 10:48
Atualizado em 7/8/20 às 10:48

Riacho Fundo II e Estrutural ganham novas salas de vacina

Pacientes de duas UBSs não precisarão mais ir a outras unidades para vacinar

Foto: Divulgação/Secretaria de Saúde
As duas salas chegam em um momento em que se destaca a importância em manter as vacinas em dia para prevenir várias doenças. Foto: Divulgação/Secretaria de Saúde

Duas unidades básicas de saúde (UBSs) da Região de Saúde Centro-Sul ganharam novas salas de vacina que beneficiarão os moradores. São elas, a UBS 2 do Riacho Fundo II e a UBS 2 da Estrutural. A vacinação nessas unidades ocorrerá de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.

De acordo com a superintendência da Região de Saúde Centro-Sul, com essas salas, a população que faz parte da área de abrangência das duas unidades não precisará se deslocar para outras UBSs.

A superintendente Flávia Costa comemora a conquista da gestão que possibilitará abranger a cobertura vacinal e dar uma atenção mais próxima aos usuários. “A vacina é uma forma importante de se prevenir doenças graves como febre amarela, tétano e sarampo e tem um acolhimento importante, principalmente para a população infantil”, explica.

Flávia relata que, há algum tempo, buscava efetivar as salas e atender um pedido dos conselhos de saúde local. Com a atualização de materiais das salas já existentes como geladeiras, um item essencial para manter a guarda dos insumos, foi possível colocar em prática o que já estava no papel.

Cobertura vacinal

As duas salas chegam em um momento em que se destaca a importância em manter as vacinas em dia para prevenir várias doenças. Como exemplo, a campanha que incentiva a dose extra para a vacina do sarampo para o público de 20 a 49 anos e a dose zero para crianças de seis a 11 meses.

A área de imunização da Subsecretaria de Vigilância à Saúde também está em alerta para esse primeiro quadrimestre de 2020, que aponta queda na cobertura vacinal em crianças.

Veja os dados:

A Secretaria de Saúde reforça que, mesmo na pandemia, o serviço de vacinação de rotina está funcionando normalmente e os pais devem seguir as orientações constantes na Caderneta de Vacinação.

Vacinas importantes como a tríplice viral, tetraviral e pentavalente são algumas das mais importantes do calendário infantil e as que mais preocupam, porque sua aplicação está bem abaixo do esperado: um pouco mais de 60% do público estimado.

As salas de vacina em todo o Distrito Federal estão abertas ao público, diariamente. Saiba mais sobre as vacinas disponíveis na rede pública aqui.

*Com informações da Secretaria de Saúde