15/8/20 10:32
Atualizado em 15/8/20 às 16:09

Adeus lama e poeira: bloquetes chegam a mais uma rua da Fercal

Administração regional utiliza recursos próprios e economiza quatro vezes mais no calçamento da via do Alto Bela Vista

O dilema da dona de casa Elicleide Batista do Nascimento, de 34 anos, só variava de estação. No inverno, com a seca, a casa era tomada pela poeira da rua sem calçamento. Já no verão, com as chuvas, o problema estava na lama que sujava até o carrinho em que ela levava os filhos para passear. A realidade da moradora se transforma junto a outras de centenas de famílias que passam a contar com calçamento de bloquetes em ruas esburacadas e, até então, de terra batida.

A obra na quadra 15 do Alto Bela Vista foi feita com agilidade. Em uma semana o que era só sujeira foi transformado em limpeza e ordem. Os bloquetes, ou blocos sextavados, foram comprados e instalados pelo Governo do Distrito Federal (GDF) por meio da Administração Regional da Fercal, totalizando 142 metros quadrados de calçamento.

Por exigirem apenas a montagem e o pó de pedra para afixação, os bloquetes são de fácil instalação e mais ecológicos. “Sem impermeabilização total do solo, facilitam o retorno das águas das chuvas mais facilmente ao lençol freático”, explica o administrador regional da Fercal, Fernando Gustavo.

Recursos próprios

Os recursos para instalação dos blocos vieram dos caixas da administração regional. Os blocos e os 10 metros cúbicos de pó de pedra foram adquiridos pela administração, assim como os 12 sacos de cimento necessários para a obra.

A administração pretendia abrir um processo licitatório para a construção, calculado R$25.083,66. Porém, resolveu utilizar os próprios recursos e economizar, gastando quatro vezes menos – R$ 6.007,75 – na compra dos materiais. A mão de obra utilizada foi da própria equipe de funcionários. A colaboração externa veio da Companhia da Nova Capital (Novacap), que forneceu 84 metros de meios-fios e o maquinário utilizado no preparo e nivelamento do solo antes da colocação dos blocos.

Mais limpeza

“Eu estou impressionada com a melhoria. Foram muitos anos enfrentando lama e poeira e tendo que sempre lavar tudo antes de entrar em casa”, declara Ericleide Batista. Casada e mãe de duas crianças, ela lembra que o marido Ricardo Portela Ferreira, de 40 anos, chegou a conseguir uns blocos e colocar de improviso na rua, mas que o resultado de agora nem se compara à medida paliativa.

Ricardo é vigilante e comemora o fim da fase de encarar o terreno argiloso e escorregadio dos períodos de chuva na sua rua. “Estamos bastante satisfeitos e gratos. Há seis anos morando aqui, finalmente consigo ver melhorias evidentes na Fercal.”

Galeria de Fotos

Adeus lama e poeira: bloquetes chegam a mais uma rua da Fercal