19/9/20 15:30
Atualizado em 21/9/20 às 17:55

Patrimônio: lesar canteiros e jardins é crime

Caso mais recente que está sendo investigado pela Polícia é a retirada de 500 mudas de uma espécie rara no icônico Balão do Aeroporto de Brasília

Ato de vandalismo: 500 mudas da espécie Sunpatiens foram arrancadas do Balão do Aeroporto de Brasília | Foto: Paulo H Carvalho / Agência Brasília
Além do furto, existe o estrago gerado pela forma como elas são arrancadas. Isso prejudica, inclusive, outras espécies”, observa o diretor de Urbanização da Novacap, Sérgio Lemos | Foto: Renato Alves / Agência Brasília

Feitas para tornar o Distrito Federal mais colorido, belo e agradável, as plantas e flores que compõem os canteiros cuidados pela Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap) têm sido furtadas. O caso mais recente ocorreu de segunda para terça-feira (15), quando 500 mudas da espécie Sunpatiens foram arrancadas do icônico balão do Aeroporto de Brasília (veja mais no vídeo abaixo).

As plantas são patrimônio de toda a população e fruto de um trabalho na Novacap que existe desde a década de 1960. Brasília é uma das cidades mais arborizadas do país e todas as flores, árvores e plantas são reconhecidas pelos moradores e visitantes com carinho e admiração.

Assista ao vídeo:

 

Segundo a Novacap, os atos de vandalismo são recorrentes, mas, nem sempre, é possível identificar os autores. No caso do balão do aeroporto, a direção da Novacap entrou em contato com o Departamento de Estradas de Rodagem do DF (DER/DF), administradora da via e que tem câmeras na região, para encontrar os responsáveis. Até o momento ninguém foi identificado, mas as mudas da espécie Sunpatiens – que são raras e exigem um esforço e trabalho da companhia para cultivá-las – foram devidamente repostas.

“Os canteiros são feitos para embelezar a cidade e ali no caso do balão do aeroporto é para oferecer uma receptividade às pessoas que vêm de fora para o Distrito Federal. Além do furto, existe o estrago gerado pela forma como elas são arrancadas. Isso prejudica, inclusive, outras espécies”, observa o diretor de Urbanização da Novacap, Sérgio Lemos.

O DF tem mais de 700 canteiros onde são plantadas mais de 100 espécies de flores. Toda a produção para preenchê-los é feita no Viveiro I da Novacap, localizado no Park Way. Com 26 hectares, o local tem capacidade de produção de 100 mil mudas por semana.

A Sunpatiens, arrancada do balão, chegou recentemente ao DF e a Novacap quer expandir a produção desta espécie, acostumada ao calor e ao sol brasiliense, costuma responder bem ao clima árido dando muitas flores.

Quem quiser adquirir mudas pode procurar a Novacap e participar da campanha Vem Brincar Comigo | Foto: Renato Alves/ Agência Brasília

“São mudas raras que estamos tentando implementar nos jardins de Brasília. Elas estão entrando agora no mercado e custam caro”, observa Raimundo Silva, chefe do Departamento de Parques e Jardins (DPJ).

É crime

Destruir, danificar, lesar ou maltratar plantas em endereços públicos ou privados é crime previsto em lei. É o que prevê o artigo 49 da lei nº 9.605/1998, que dispõe sobre as condutas lesivas ao Meio Ambiente. A pena é de detenção, de três meses a um ano, ou multa, ou ambas as penas cumulativamente.

“Ocorre com certa frequência. É um crime de menor potencial ofensivo e que gera a instauração de um termo circunstanciado”, explica Mariana Almeida, delegada da 11ª DP.

Para denunciar atos de vandalismo ou furtos, basta ligar para a Ouvidoria da Novacap, no telefone 3403-2626, ou na Polícia Civil, pelo número 197.

Além disso, a Novacap tem disponíveis algumas espécies para doação. Quem quiser adquirir mudas pode procurar a Novacap e participar da campanha Vem Brincar Comigo, por meio da qual é possível trocar um brinquedo ou livro em boas condições por uma muda.

 

Galeria de Fotos

Ataques a canteiros e jardins é crime