23/9/20 19:48
Atualizado em 23/9/20 às 19:48

Auditores fiscais apoiam ações de salvamento no Pantanal

Equipe do Brasília Ambiental viajou em parceria com o Ibama para resgatar animais vítimas do fogo

O Instituto Brasília Ambiental enviou, na manhã desta quarta-feira (23), um grupo de auditores fiscais para colaborar no combate aos incêndios florestais que assolam o Pantanal, especialmente na região de Poconé (MT). Os quatro representantes da instituição foram liberados, a pedido do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (Ibama), para ajudar nas ações de resgate, tratamento e encaminhamento adequado da fauna silvestre do local.

Além da liberação dos servidores, o Brasília Ambiental também contribuiu com o envio de suprimentos veterinários e de primeiros socorros, arrecadados voluntariamente pelos auditores do instituto. De acordo com o superintendente substituto de Fiscalização, Auditoria e Monitoramento do instituto (Sufam), Victor Assis Carvalho Santos, a força-tarefa interinstitucional é fundamental diante do cenário avassalador.

“Muitos animais morrem devido a queimaduras, inalação de fumaça, infecções, desidratação e inanição. Nossos companheiros de trabalho serão engrenagens importantes, em uma soma de esforços solidários dos diversos agentes da sociedade, para ajudar a salvar a fauna do Pantanal”, destacou o servidor da Sufam.

“Ajudar a quebrar esse ciclo de morte será a nobre missão desses servidores. Fica meu agradecimento ao apoio interno do órgão para que essa ajuda tão essencial fosse viabilizada”, acrescenta Assis.

O período previsto para operação é de 14 dias, que pode ser prorrogado a depender da situação local.

 

* Com informações do Instituto Brasília Ambiental