25/9/20 13:49
Atualizado em 26/9/20 às 18:20

Tapa-buraco em Taguatinga

Equipes já utilizaram 151 toneladas de massa asfáltica na recuperação de 30% das necessidades catalogadas pela administração regional

Fotos: Divulgação/GDF Presente

Taguatinga é mais uma cidade do Distrito Federal em busca de atingir a meta do buraco zero. Cinco equipes do GDF Presente percorrem as ruas da região administrativa na tentativa de recuperar todo o asfalto da cidade. O esforço acumula dados expressivos: desde segunda-feira (21), 151 toneladas de massa asfáltica foram usadas para tapar 417 buracos. Ou seja, quase 30% dos 1,4 mil pontos mapeados pela administração regional da cidade.

Até agora, os esforços se concentraram nas quadras QNL, QND e na M Norte, em Taguatinga Norte, e na QSF, em Taguatinga Sul. “Essa é uma ação do governo buscando melhorar as ruas da nossa cidade. Vamos fazer o possível e impossível para que Taguatinga não tenha mais buracos. A gente sabe que isso é difícil de acontecer, mas estamos trabalhando”, afirma o administrador de Taguatinga, Renato Andrade.

Morador da QNM 34, Flávio de Araújo agradece os cuidados do GDF com a cidade. “A gente tinha muitos buracos na quadra, mas a administração tem iniciativa e está solucionando os problemas”.

Só na QNM 34, as equipes taparam 38 buracos. O administrador garante que o trabalho vai continuar a ser feito pelos próximos 15 dias.

O Polo Oeste também trabalha na desobstrução e recuperação das bocas de lobo em Taguatinga. Os bueiros da via principal da L Norte, entre a avenida Elmo Serejo e a Hélio Prates, da Feira Permanente da QNL, da M Norte e da Avenida Hélio Prates, na altura da Feira dos Goianos estão em dia.

O GDF Presente também apoiou a administração na reforma de duas quadras poliesportivas na QNL. A que fica na QNL 10/12 está pronta, e as melhorias dos equipamentos públicos na quadra da QNL 13/15 estão em andamento.

SIA


A operação tapa-buracos também é uma das prioridades da atuação do GDF Presente no Setor de Indústria e Abastecimento (SIA). As ruas do Trecho 1/2 e a avenida que separa os trechos 5 e 6 estão livres de buracos.

Nesta sexta-feira (25), último dia em que o Polo Central atua na região administrativa, o asfalto no Setor de Cargas recebeu melhorias. Durante a semana toda, 12 toneladas de massa asfáltica foram utilizados nas operações, que taparam 30 buracos.

Entulho no Lago Sul


O descarte de lixo em local irregular também é realidade nas regiões de alta renda, mesmo com placas alertando para a proibição.

Na última quinta-feira (24), as equipes do GDF Presente retiraram 18 toneladas de entulho e de galhos de árvores em uma área verde no conjunto 1 da QI 1 do Lago Sul.

Na altura da QI 3, as equipes, com apoio da Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap), também podaram árvores e retiraram galhos secos de anjico, mangueira, sibipiruna, paineira que estavam muito altas, atrapalhando a iluminação, e corriam o risco de cair em cima dos veículos que transitam pela Estrada Parque Dom Bosco (EPDB), causando um acidente.

Eles também fizeram uma inspeção no estacionamento central do Gilberto Salomão e na Paróquia Nossa Senhora Perpétuo Socorro para instalação de placas de sinalização. Além disso, o Polo Central Adjacente I trabalhou na manutenção e limpeza das bocas de lobo na Asa Norte. Apenas em um dia, eles deixaram mais 42 bueiros entre as quadras 507 e 509 Norte em dia.

Ações em Planaltina


O Polo Área Norte desembarcou em Planaltina, onde passará as próximas duas semanas colaborando com a administração regional local. Ajustes e melhorias em estradas rurais, limpeza de áreas usadas irregularmente para o transbordo de entulho, operações tapa buracos, limpeza de bocas de lobo, podas de árvores, manutenção e ajustes em galerias de águas pluviais e apoio às obras em andamento na cidade estão na lista de ações do GDF Presente.

Na última quarta-feira (23), as equipes fizeram a limpeza e retirada de entulhos, galhadas e troncos na Escola Classe Mestre d’Armas, no Vale do Amanhecer, atendendo a uma demanda da Regional de Ensino com o objetivo de preparar a escola para o retorno das atividades presenciais. Ao lado da Escola Classe Pompílio, também no Mestre d’Armas, foi retirada uma grande quantidade de entulho: 300 toneladas em dois dias.

Nesta quinta-feira (24), eles trabalharam no Núcleo Rural Santos Dumont, em Planaltina. Foram patrolados cinco quilômetros de vias sem pavimentação, enquanto as bacias de contenção de águas pluviais receberam ações de limpeza.

Galeria de Fotos

Taguatinga em busca do buraco zero