29/9/20 21:01
Atualizado em 30/9/20 às 14:32

Trânsito: alterações na DF-463 para sua segurança

O DER/DF reduziu a velocidade máxima, instalou dois quebra-molas e melhorou a sinalização da via, por onde trafegam 40 mil veículos por dia

Arte: Divulgação/DER-DF

Trânsito mais seguro para os mais de 40 mil condutores que trafegam pela DF-463 todos os dias na descida de São Sebastião, após o Jardim Mangueiral. O Departamento de Estradas de Rodagem do Distrito Federal (DER-DF), atendendo à solicitação da Administração Regional daquela cidade, fez alterações no trânsito para diminuir os acidentes. A via recebeu reforço na sinalização vertical, a instalação de dois quebra-molas, realocação de fiscalização eletrônica e redução gradual da velocidade.

O trecho tem histórico de acidentes de carros em razão do declive.  Somente em 2019, foram registrados 16, não fatais. Após estudo do DER-DF, se verificou a necessidade de novas alterações – anteriormente foi construída uma área de escape para melhorar a trafegabilidade de veículos pesados. Desde o dia 23, os motoristas perceberam as alterações, que tiveram o custo de R$ 65 mil. 

A descida perigosa era uma preocupação dos motoristas | Foto: Paulo H. Carvalho/Agência Brasília

A via começa com velocidade de 70km/h, passa para 60km/h e na descida é 50 km/h. Além do reforço na sinalização vertical, também foram instalados dois quebra-molas, um antes da área de escape e outro depois.  Os pardais existentes foram realocados para mais distante dos quebra-molas visando garantir que os veículos continuem em baixa velocidade.

O gerente de projetos de engenharia de tráfego do DER-DF, Vitor Silva, contou que o objetivo das intervenções é minimizar os acidentes devido a alta incidência de sinistros pela falta de freio, principalmente de caminhões. “O intuito foi reduzir a velocidade assim que começa a descida, melhorando a segurança,”, afirmou o gerente.

Comunidade consciente

Para o administrador de São Sebastião, Alan Valim, são mudanças simples, mas significativas para os moradores, pois os acidentes os deixam inquietos e preocupados, atrás de soluções possíveis para aumentar a segurança dos pedestres e motoristas. “Agora sim, estamos contribuindo para um trânsito seguro para todos. Nossa comunidade tem consciência do perigo dessa descida”, comentou o gestor.

Diocleciano Machado | Foto: Paulo H. Carvalho/Agência Brasília

O comerciante de tintas com loja localizada às margens da DF-463 há 12 anos, Diocleciano Machado, 49 anos, confirmou que sempre tem acidentes na via, alguns leves, outros mais graves.

“Era um perigo, os carros desciam em alta velocidade e era comum os caminhões tombarem. Depois dos pardais, das placas e dos quebra-molas já melhorou, e muito”, afirmou o comerciante. Ele ainda elogiou os cuidados com a cidade: “Tenho percebido que São Sebastião está bem mais cuidada. Estão fazendo o dever de todas as casas, mostrando serviço”.  

Galeria de Fotos

Alterações na DF-463 para sua segurança