27/10/20 17:05
Atualizado em 28/10/20 às 11:30

Nova ala do HRT receberá 10 leitos do hospital de campanha

Em construção, Unidade de Cuidados Intermediários permitirá que o hospital faça mais cirurgias e desafogue o pronto-socorro

Okumoto: legado da pandemia agora atende pacientes da rede de saúde | Foto: Breno Esaki/Agência Saúde

O Hospital Regional de Taguatinga (HRT) vai ganhar, em breve, dez novos leitos com suporte de ventilação mecânica e um de isolamento, na nova Unidade de Cuidados Intermediários (UCI). O espaço, que está sendo montado, contará com equipamentos que faziam parte da estrutura do antigo Hospital de Campanha do Estádio Nacional Mané Garrincha, que atendeu exclusivamente, durante cinco meses, pacientes acometidos com o novo coronavírus.

“É o legado do investimento do Governo do Distrito Federal no momento da pandemia para garantir o atendimento aos pacientes no hospital de campanha e que agora será destinado aos atendimentos de pacientes diversos em várias unidades hospitalares da Secretaria de Saúde”, destaca o secretário de Saúde, Osnei Okumoto, em visita a nova ala.

Com a nova ala, de acordo com a Superintendência da Região de Saúde Sudoeste, será possível dar vazão à fila de cirurgias. Isso é possível porque 50% dos leitos estarão à disposição para receber pacientes pós-cirúrgicos, evitando o bloqueio da unidade de cirurgias ao final dos procedimentos quando os recém-operados estão se recuperando. Ou seja, com leitos do centro cirúrgico desocupados, será possível fazer mais cirurgias.

É o legado do investimento do Governo do Distrito Federal no momento da pandemia para garantir o atendimento aos pacientes no hospital de campanha e que agora será destinado aos atendimentos de pacientes diversos em várias unidades hospitalares da Secretaria de SaúdeOsnei Okumoto, secretário de Saúde do DF

“Teremos na UCI cinco leitos reservados para cirurgias de grande porte que são realizadas no HRT, como ortopédicas, oncológicas, urológicas e trauma”, explica o superintendente da Região de Saúde Sudoeste, Wendel Moreira. “As outras vagas da unidade serão para receber pacientes da clínica médica e cardiologia trazidos do pronto-socorro. Será possível desafogar a emergência do HRT”, detalha o superintendente.

O pronto-socorro do HRT já possui uma UCI com dez leitos. Parte dela irá para a nova UCI e dará espaço para novos leitos de emergência, que atenderão pacientes com trauma de menor gravidade onde ficarão em observação.

A nova UCI do HRT terá 474 metros quadrados de área útil. Fica próxima ao centro cirúrgico, no antigo espaço onde eram guardados os prontuários antigos.

Hospital de Campanha

O Hospital de Campanha do Estádio Nacional Mané Garrincha começou a funcionar em maio e encerrou as atividades em 15 de outubro. Conforme previa o contrato de gestão da unidade, após o encerramento dos trabalhos, todos os equipamentos seriam patrimoniados à estrutura da Secretaria de Saúde. Camas, monitores paramétricos, carrinho de parada, bombas de infusão e outros aparelhos estão à disposição da pasta para equipar as unidades pertencentes à estrutura da Secretaria. Nas próximas semanas, outros hospitais receberão os equipamentos para ampliar as estruturas existentes.